O plano da oposição para Eliziane

elizianeA ideia ainda é compartilhada por poucos oposicionistas, mas deve ser levada à deputada estadual Eliziane Gama, pré-candidata do PPS ao Governo do Estado, em breve.

Cientes de que a pretensão da parlamentar de disputar a eleição para governadora apenas atrapalha os planos do pré-candidato do PCdoB, Flávio Dino, aliados do comunista estudam fazer a ela uma proposta de longo prazo que evite a candidatura.

Tentarão convencê-la a ser candidata a deputada federal – uma eleição praticamente garantida – com a promessa de que a oposição a apoia como uma das candidatas a senadora em 2018, quando haverá duas vagas em aberto.

O principal argumento dos que defendem essa tese é o de que Eliziane Gama não tem grupo e que, por mais que ainda “surfe” na onda do bom resultado eleitoral de 2012, esse bom momento não durará muito tempo sem uma estrutura política que lhe dê sustentação.

Alguns acreditam que não dure, sequer, até 2016, ocasião em que ela deve ser novamente candidata a prefeita de São Luís.

Na teoria, o plano parece fazer todo o sentido do mundo. Mas há quem acredite que a deputada já passou do que se chama “ponto sem retorno” em sua pretensão de disputar a eleição para o Governo já em outubro deste ano.


6 pensou em “O plano da oposição para Eliziane

  1. A Dep. Eliziane tornou-se um trunfo para ambos os lados, espero que Ela seja sensata e escolha um rumo que a não prejudique. Porque esse filme já assistimos, o Político cresce, tem grandes anseios, mas acaba se curvando diante de grupos.

  2. Alguns “oposicionistas” se esquecem que o PPS não só tem Eliziane , o partido tem figuras como Dr Igor Lago que hoje faz parte dos quadros do PPS e que por sinal é uma excelente opção para o partido disputar o governo do Estado.
    De qualquer forma o PPS não vai marchar junto com o comunista nessa eleição, até mesmo porque a viúva e o filho do ex governador Jackson Lago tem peso dentro do partido e não vão aceitar a aliança com o comunista.

  3. Rapaz, eu continuo acreditando no potencial da deputada. Com um tempo razoável de TV e rádio, presença forte nas redes sociais e pé no chão, ela teria tudo para ir ao 2º turno com Flávio. Depois do que vimos em janeiro, com a improvável presença de Lula e Dilma no palanque com Luís Fernando, a forte rejeição da governadora e a provável eleição indireta de seu pupilo (só eu acho que isso vai pegar mal???), o grupo Sarney já era.

  4. É amigo! A situação tá feia, a turma da bandeira vermelha tá otimista com essa tática, quando eles tiveram aqui em Presidente Vargas, o vice prefeito de São Luiz, Roberto Rocha anunciou que haverá só um candidato de oposição. Sendo o proprio Dino. Falou com uma convicção e firmeza tremenda.

Os comentários estão fechados.