TCU admite recurso e absolve Bira do Pindaré

BiraO deputado estadual Bira do Pindaré (PSB) foi absolvido hoje (26) pelo Tribunal de Contas da União (TCU), por unanimidade, da acusação de desviar recursos do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT) para beneficiar uma empresa com contratos irregulares na Delegacia Regional do Trabalho (DRT) do Maranhão, órgão que comandou entre 2003 e 2006.

O TCU aceitou Recurso de Reconsideração apresentado pelo parlamentar e corrigiu decisão anterior, que o condenava por improbidade administrativa. Os ministros concluíram que Bira só foi incluído na questão em razão do extravio do processo relativo a contratação de serviços, quando suas contas perante a DRT/MA já haviam sido aprovadas.

“ […] A ausência de registros das notas fiscais no órgão de Fazenda Estadual levou à presunção de que a comprovação das despesas era irregular e por isso deveria ser glosada Contudo, há duas inconsistências na caracterização desse débito. A primeira é a presunção de que os serviços não foram prestados. A segunda inconsistência na caracterização do débito diz respeito ao fato de um juízo de inidoneidade das notas fiscais haver decorrido de consulta ao órgão fazendário estadual”, disse.

Com a decisão, o parlamentar não é mais considerado ficha-suja e poderá participar normalmente das eleições de outubro deste ano. Por meio de nota à imprensa, o deputado disse estar “satisfeito” com o julgamento e que se sente aliviado. “Nunca na minha vida eu me senti tão injustiçado, mas Deus é maior. Estou feliz”, declarou.


4 pensou em “TCU admite recurso e absolve Bira do Pindaré

  1. E por essa decisão, blogueiros puxa-sacos do grupo oligárquico que meteu o Maranhão no mais profundo atraso, coisa que levará um século para sair, irão cortar os pulsos de ódio! Pode começar a cortar os teus, Gilberto, depois fala para o Marco cortar os dele também.

  2. Pelo menos, mesmo a contragosto, o Gilberto Leda e o Marcos D’Eça, entre os blogueiros bajuladores da oligarquia, tiveram a compostura de noticiar o fato, mesmo sem tecer comentários. No entanto, os outros – PCH, RL etc. – nem tocaram no assunto. Será que eles acham que ainda possuem alguma credibilidade perante as pessoas que têm algum senso crítico? Até quando os patrocinadores diretos e indiretos de blogueiros – da situação e da oposição -vão acreditar que esse modelo de persuasão – bajulação explícita, aversão à imparcialidade, difamação de adversários e, algumas vezes, respostas grosseiras – não dão frutos eleitoreiros?

  3. Pelo menos, mesmo a contragosto, o Gilberto Leda e o Marcos D’Eça, entre os blogueiros bajuladores da oligarquia, tiveram a compostura de noticiar o fato, mesmo sem tecer comentários. No entanto, os outros – PCH, RL etc. – nem tocaram no assunto. Será que eles acham que ainda possuem alguma credibilidade perante as pessoas que têm algum senso crítico? Até quando os patrocinadores diretos e indiretos de blogueiros – da situação e da oposição –vão acreditar que esse modelo de persuasão (bajulação explícita, aversão à imparcialidade, difamação de adversários e, algumas vezes, respostas grosseiras) dão frutos eleitoreiros?

Os comentários estão fechados.