Riscos de Eliziane Gama começam no próprio segmento evangélico…

Do blog do Marco D’eça

costaA deputada estadual Eliziane Gama (PPS) vai acabar tendo que disputar a própria reeleição à Assembleia Legislativa, como saída para sua equivocada decisão de abrir mão da disputa pelo Governo do Estado, se atrelando à campanha do chefão comunista Flávio Dino.

Suas chances de eleição à Câmara Federal são diminutas, a começar pelo  movimento evangélico, que tende a se dividir entre diversas candidaturas para o mesmo cargo que ela pretende.

Só na Assembleia de Deus, ela terá de dividir votos com o deputado Costa Ferreira (PSC) e Mical Damasceno, que vem a ser filha de ninguém menos que o presidente da convenção estadual da denominação, pastor Pedro Aldy Damasceno.

Além disso, enfrenta outra força evangélica no próprio partido, o pastor Luiz Carlos Porto, vice-prefeito de Imperatriz.

Continue lendo aqui.


2 pensou em “Riscos de Eliziane Gama começam no próprio segmento evangélico…

  1. Mas também esses evangélico, só querem saber de politica, a busca desenfreada pelo dinheiro fácil dos fies, e agora das tetas do governo. Largue isso seus pastores, procurem outra forma de trabalhar por seus fies. Se não bastasse os currais eleitorais e a venda de votos para candidato abastado, agora querem participar das ladroagem existente nas casas legislativa e o congresso nacional, vão cuidar de suas ovelhas, com a ressalva necessárias…

  2. Vejo DIARIAMENTE análises sobre as possibilidades da deputada Eliziane Gama ganhar ou não o pleito pra deputada federal, entendo o rancor e “reqalque” pois vejo que os “blogueiros que viraram jornalistas e jornalistas que viraram blogueiros” ficaram sem o FATOR “divisor” de votos dos “descontentes” com o grupo do governo, eu era entusiasta da candidatura de Eliziane por motivos diferentes de vc mas fique tranquilo sua análise que tem a profundidade de um prato raso não foge dos últimos ou melhor de TODOS os pleitos enfrentados por Eliziane Gama análise os pleitos que ela disputou veja qual foi o FÁCIL, a eleição dela sempre foi improvável sempre foi IMPOSSÍVEL até a abertura das urnas, entendo como deve incomodar alguém como Eliziane alguém que não gasta nos pleitos alguém que não vem de família tradicional da política, acho q alguns devem pensar: Quem é essa menina? O que ela pensa? TOMARA PRA O BEM DO MARANHÃO E DE SAO LUÍS QUE ELIZIANE GANHE E MANTENHA SEU NOME NO CENÁRIO político e tomara que surjam mais e mais Elizianes pra incomodar a mesmice fisiológico da política maranhense.

Os comentários estão fechados.