Governador quer força-tarefa na Segurança Pública

Arnaldo Melo quer reduzir índices de criminalidade

Arnaldo Melo quer reduzir índices de criminalidade

O governador do Maranhão, Arnaldo Melo (PMDB), afirmou que pretende fazer algumas intervenções pontuais na estrutura do governo. E uma das áreas será a Segurança Pública. Melo afirmou que pretende reduzir os índices de violência e o número de homicídios na capital e para isso montará uma espécie de força­tarefa junto às instituições de segurança.

Ele revelou que conversou ontem com o secretário de Segurança, Marcos Affonso, e traçou metas para os 21 dias de governo. Hoje, o governador deve reunir a cúpula das polícia Militar e Civil e em seguida membros do Ministério Público, das polícias Federal e Rodoviária Federal e do Poder Judiciário para montar um plano de ação para o fim do ano.

“Temos a noção de que não há tempo de criar nenhum programa de governo, que nos dê resultados esperados em apenas 21 dias. Mas não podemos ficar sem fazer nada. Vamos atuar de forma intensiva na segurança pública”, afirmou.

Natal ­ Com as ações, Arnaldo disse que o objetivo é garantir um fim de ano tranquilo para todas as famílias maranhenses.

A questão da segurança pública é um dos pontos de maior dificuldade do atual governo, com ações cada vez mais ousadas, inclusive contra policiais. Melo quer ações urgentes contra os criminosos.

O novo governador vai se reunir com os auxiliaires do sistema de Segurança para garantir à sociedade a paz necessária às festas de fim de ano. “Vamos cumprir esse compromisso”, garantiu Arnaldo Melo.


4 pensou em “Governador quer força-tarefa na Segurança Pública

  1. O GIGANTE À BEIRA DO COLAPSO!

    Eu, cidadão comum, contribuinte do erário como milhões de brasileiros, estou estarrecido com tanta roubalheira do dinheiro que confiamos ao governo administrar. Dinheiro que contribuímos com tanto esforço através da tributação cruel imposta pelo governo que arrecada com uma mão e rouba com a outra.
    Diante de um cenário tão desastroso, preciso e devo me manifestar contra tudo isso, e é o que deveria fazer cada cidadão brasileiro cônscio que se sente furtado por estes gangsteres do governo petista. O povo precisa ir às ruas em ato de discórdia, a hora é essa!
    Estou indignado com o festival de assaltos aos cofres públicos, principalmente este da Petrobras, no qual roubaram mais de R$ 10 bilhões. Que segundo o COAF, foram R$ 23 bilhões movimentados ilegalmente por essa quadrilha de criminosos e malfeitores. Estamos à beira do colapso. À beira de uma decadência econômica e financeira porque agora são bilhões defraudados. Notem as cifras! É muito sério, o Brasil vai quebrar desse jeito se continuar assim!
    Chegamos ao fundo do poço e o povo de braços atados sem fazer nada. Precisamos reagir!
    Isso, sem falar nas ações generosas do governo brasileiro aos “países amigos”. Investimentos altos a troco de que? Só eles sabem.
    O Porto de Mariel em Cuba foi financiado com dinheiro do BNDES e já está sendo leiloado pelos irmãos Castro. O generoso ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio, Fernando Pimentel, doou 240 milhões de reais para o regime cubano num contrato estritamente secreto e suspeito. A Bolívia acabou de receber, agora em setembro de 2014, um milhão e trezentos mil reais da Petrobras, num adicional sem previsão, para pagamento retroativo de gás, num acordo de companheiros. O Programa Mais Médicos, em parceria com Cuba, é outro mistério, o Brasil repassa aproximadamente 10 mil reais ao governo Cubano por cada profissional, mas o médico recebe menos que 3 mil reais. E por aí vai.
    O projeto do PT é implantar a “República dos Corruptos” e mandar mais de trinta anos no Brasil. Mais quem sabe, acabaram de eleger Dilma novamente! Sinal de que tá muito bom… Ou falta de informação?
    Eduardo Cardoso, Ministro da Justiça, disse “A oposição não pode usar as prisões da “Lava Jato” para criar um terceiro turno eleitoral”. Ministro, a eleição já passou, queremos é o dinheiro roubado de volta!
    Dilma replicou: “Quero ser informada se no governo tem alguém envolvido. Não tenho porque dizer que tem porque não reconheço na revista “Veja” e em nenhum órgão de imprensa o status da PF, do MP e do Supremo. Não é função da imprensa fazer investigação e sim divulgar informações”. Faltou bom censo, deveria ter ficado calada. Disse mais na cara de pau: “Não é a primeira corrupção na história deste País, mas a primeira que é investigada”.
    O lado positivo disso tudo foi a prisão destes vagabundos criminosos diretores da Petrobras e das empresas privadas atrelados a bilionários contratos com a estatal.
    Ainda bem que tudo veio à tona pelos esforços da Policia Federal, do Ministério Público Federal, do TCU, da CGU e do juiz Sérgio Moro que tem conduzido com seriedade e competência as investigações. Ao contrário do que prega Dilma quando distorce e induz o povo brasileiro a acreditar que o governo é quem tá mandando investigar. Se fosse assim, nem haveria corrupção, porque estaríamos diante de um governo sério.
    Uma coisa é certa, é preciso passar tudo isso a limpo com punições severas e melhorar a qualidade de gestão das instituições públicas brasileiras pra dá uma resposta digna à maioria da população que clama por decência na administração pública e na política.
    A imprensa que tem um papel fundamental, tanto investigativo como informativo, se omite em aprofundar os fatos. A maioria da imprensa deste País está amordaçada por vínculos que ninguém queira saber. Muitos atrelados por contratos com o governo se omitem a divulgar o que sabem, ou minimizam a verdade.
    O cientista político Leonardo Barreto disse que “a corrupção é algo do caráter e do espírito humano”. Faltou dizer que é muito mais do caráter, do espírito e do estilo dos atuais governantes do PT.
    Disse ainda: “Países que enfrentam bem a corrupção são os que têm regras claras, eficientes e rápidas para prevenir, apurar e condenar seus corruptos”.
    Regras estas bem distante da nossa realidade, ao contrário, saímos a pouco tempo do “Mensalão” e de vários outros escândalos e nos deparamos agora com esse “monstro” na Petrobras. E preparem-se para a decepção, talvez muito pouco aconteça de punição a esta trupe perversa que tem na estrela vermelha o símbolo da corrupção. O Brasil está à deriva, no meio do mar, como um navio sem bússola e sem leme, à espera de socorro. Enquanto dormimos eles agem no silêncio da tolerância e da impunidade. Dificilmente seremos um país promissor, comparado a países desenvolvidos, porque aqui existe uma cultura muito ampla de tolerância a vários crimes e uma cultura extensa de impunidade, de instrumentos falhos de controle e fiscalização e um processo de apuração e julgamento muito precário, como diz o cientista Barreto. Somos sim o País da impunidade, do fisiologismo político, da aquiescência à roubalheira e…, tudo mais que se possa imaginar de ruim na vida política deste País.
    O que mais se vê são partidos políticos tirando proveito financeiro em troca de apoio ao governo e ninguém diz nada. Políticos astutos tiram proveito de regalias e benesses em troca do toma lá dá cá. E a população a ver navios, sem saúde, sem educação, sem segurança pública e sem infraestrutura adequada, etc… Porquê o dinheiro arrecadado pelos tributos é desviado de sua função objetiva, a de investir nas necessidades básicas da população.
    Já basta de escândalos praticados por este governo corrupto, ninguém aguenta mais isso. E acaba de estourar mais um, “Terra Prometida”, por venda ilegal de áreas de terra da União, com desvio de R$ 1 bilhão. É brincadeira? Brincadeira mesmo foi o resultado do relatório da CPI da Petrobras no Congresso que não deu em nada! Até Pasadena foi considerada um bom negócio neste relatório. Parabéns gigante, querem lhe quebrar, mas você é forte e não sucumbirá! Mais só existe um remédio, tirar urgentemente o PT do poder.

  2. Tudo bem. Tudo bem… faremos em 21 dias o que não foi feito nesses últimos 2.191 dias de Desgoverno( 6 anos).

    Nós acreditamos no senhor. Mãos a obra Arnaldo.

    Ahhhh…mas Arnaldo, não precisa fazer nada não. Ontem na sua posse a desvairada afirmou que tudo não passa de uma campanha da oposição, que jogou o nome do Maranhão no lixo… não temos esses problemas de segurança pública não.

    Relaxa homem. Vai curtir o visual do Palácio. Oxenti.

Os comentários estão fechados.