Governo Flávio Dino condena diretora que pediu dinheiro para pintar escola

O Governo Flávio Dino (PCdoB) condenou ontem (24), por meio de nota oficial encaminhada ao blog, a atitude da diretora do Centro de Ensino Sete de Setembro, Francisca Teresa Moreira Mota Quadros, que expediu solicitação a professores pedindo a colaboração em dinheiro para a compra de tinta a ser usada na pintura das paredes da escola, que fica na Maiobinha (reveja).

Na nota, a Secretaria de Estado de Educação (Seduc) admite que o colégio citado não foi beneficiado na primeira leva de repasses aos caixas escolares – da ordem de R$ 1,2 milhão -, mas acrescenta que ele estava incluído nos “próximos repasses”.

O comunicado é também uma espécie de reprimenda à gestora, ao afirmar que o procedimento de pedir contribuição dos educadores para reparos “está totalmente em desacordo com os princípios da atual gestão”.

“A Seduc reitera que estão sendo adotadas as medidas cabíveis para inibir quaisquer práticas semelhantes no espaço escolar do Sistema Estadual de Ensino”, anunciou o Governo.


12 pensou em “Governo Flávio Dino condena diretora que pediu dinheiro para pintar escola

    • Perceguida ? Q nada! Essa gestora é prima do vice governador! Quem vai se ferrar é quem fez a denúncia.

  1. O certo é pegar dinheiro de professor pra pintar escola? Não podia esperar repasse? Tá “serto”!

  2. Duvido muito Q aconteça alguma coisa com essa gestora, pq ela é prima do vice governador. Vai sobrar mesmo, é pra quem denunciou.

  3. Caro Governador o que a diretora fez pode até está em desacordo com seus pradroes, mas francamente as escolas que é uma lugar onde além da saúde deveriam ter sempre prioridade estão sempre em ultimo caso. A diretora receba meu apreço e respeito pois sempre primou pela sua escola. O fato de ter um lugar digno para receber seu alunos não configura crime algum.
    Gostaria de citar o exemplo da Escola Helena Antipoff que passou 1 ano (2014) agora sem aula por causa de uma tal reforma… e os alunos “CRIANÇAS ESPECIAS”, a saber o meu filho como exemplo sem escola durante todo o tempo.

    • PERGUNTEM PRA ROSEANA SARNEY, PORQUE EM 50 ANOS ESSAS ESCOLAS NÃO FORAM REFORMADAS, EM 83 DIAS DE GESTÃO DO FLAVIO DINO, É IMPOSSÍVEL REVERTER TANTO PROBLEMA HERDADO HA SÉCULOS…O BLOG DEVERIA FAZER ESSA PERGUNTA????

  4. Certo, não está, de uma vez que , há dinheiro público, e muito, pra deixar as escolas “um brinco”. Agora, condenar a diretora, que tentou resolver o problema por iniciativa própria, é uma atitude hipócrita. Talvez, os gestores devessem dar uma voltinha nas escolas e nos hospitais. Iriam se surpreender com o número de pessoas que tem atitudes como a da diretora.

  5. Essa gestora é uma das melhores da rede e irmã de outras duas boas gestoras, ela esta presando pelo âmbito escolar digno para os alunos, a falha é dessa gestão que não sabe o que estão fazendo na educação e do governador que coloca gente incompetente na Seduc .

  6. Essa diretora ainda vive com a memória da gestão passada, aonde pedir ajuda era comum para garantir o mínimo de dignidade nas escolas e demais departamentos estaduas, o governo fez correto, isso atualmente não é atitude correta de uma gestora, tem que pedir ao estado, através de formalidade

  7. Não sei pq vc não posta meus comentários. Acorda SEDUC! nas escolas está começando as negociações dos novos candidatos com professores. Está existindo acordos para que sejam eleitos. tudo isso pq os atuais gestores não estão aceitando situações como falta de professores nas escolas.

  8. Caros leitores, fiquei admirada de ver essa denúncia, pois conheço a diretora, trabalho desde 2002 e sempre vi a diretora Francisca Tereza acordar com respeito e humildade as necessidades da escola. Mas essa ideia foi da professora Antonia, representante do colegiado escolar que por estar com a sala deteriorada devido as chuvas e goteiras sugeriu que levasse esse acordo pra se exposto em reunião do colegiado escolar. As outras colegas então pediram permissão pra diretora que em seguida solicitou o documento a ser divulgado nas salas com as outras professoras. tudo foi registrado em Ata, e em seguida avisou “Quem quiser ajudar, seria bom”.
    A professora do seletivo, fotografou e enviou pra um irmão. Vejam só a diretora vem trabalhando com transparência, apresenta as reuniões, sempre ouviu as necessidades dos professores, é atuante no Ensino fundamental e médio. Já repaginou várias salas numa ambiência agradável, sempre manteve a escola limpa e apresentável, as salas têm ar condicionado, com informática, laboratóri, sala de pesquisa e ciência, entre as outras salas bem decoradas, e todas as contas expostas. Mantém o respeito pela comunidade escolar. Muito se admira uma injustiça dessas! Agora o que os senhores devem fazer é vir aqui e verificar a verdade. Ela busca soluções conforme as solicitações da comunidade. Aqui os professores dialogam e se respeitam pois há um clima de amizade. É só vir ver.

  9. Há!
    O governo brasileiro jamais deixaria de condenar esta diretora. Afinal, ela bateu de frente com o “sistema” e suas GRANDES FALHAS.
    Ouvimos e vemos diariamente a luta de educadores e gestores, para uma melhora na educação, onde esperam ajuda, mas estas nunca vem.
    Hoje mesmo, me deparei com uma amiga que contou sobre os riscos que correm diariamente por trabalharem na educação. E esta, permanece em sua luta, e esperançosa de que um dia, teremos uma nova escola.
    Na verdade, os que colaboram para uma melhora, são os brasileiros que estão dispostos a mudar essa triste situação, e dar a cara a tapa para entrar nessa luta contra gigantes.
    É como esperar que o lixo da rua acabe, mas continuamos a poluir as mesmas.
    No estado de Goias, quando conhecia o apartamento de uns amigos, sai na varanda, e olhei para uma praça maravilhosa, e então descobri que toda aquela beleza se fez devido aos esforços de cada residente daquela quadra, que ao invés de esperar, decidiram fazer acontecer!

    Muito me impressiona a professora que contestou tal ação dentro de sua escola,que ao invés de querer lutar junto por uma melhora, resolveu condenar, e viver de “ti ti tis”, onde a “fama” de um protesto, se espalha na mídia! É triste saber que pedir ajuda ainda é um ato condenado por muitos! Afinal, nada melhor que esperar do nosso BOM GOVERNO e não fazer esforço nenhum, pois,esperar sentado é bem mais fácil!

    Acredito que se a comunidade pudesse ajudar, muitos teriam feito e se ORGULHADO, de ajudar na educação.

    Ou vcs ainda acreditam que os investimentos para TANTAS escolas chegam?
    Em algum lugar estas estão! Provavelmente, no bolso de algum político desviando verbas!

    Mas para muitos, tentar ajudar na mudança, é abuso!

    Torcendo para que a diretora permaneça! E que assim como ela, existam muito diretores dispostos a aceitar idéias, e enfrentar gente de pensamento pequeno!

    Se juntos fizermos, fazemos bem mais que o governo!

Os comentários estão fechados.