Cururupu: funcionários da Santa Casa param atividades por falta de pagamento

santa2Funcionários da Santa Casa de Misericórida de Cururupu paralisaram hoje (28) as atividades na unidade em protesto contra o atraso de pagamento de salários pela Secretaria de Estado da Saúde (SES).

Segundo eles, já são três meses sem receber.

O movimento é, inicialmente, de advertência, com paralisações diárias, priorizando apenas atendimentos de emergência.

Os servidores garantem, contudo, que se o pagamento não ocorrer até o dia 30 de abril farão greve geral.

Por meio de nota a SES informou que pagou os meses de novembro e dezembro de 2015 com recursos do orçamento de 2015 e que acertou de pagar nesta quarta-feira (29) os meses de janeiro e fevereiro.

“Para realização dos pagamentos dos meses de março em diante, a SES aguarda da Santa Casa de Misericórdia de Cururupu um relatório de prestação de contas constando, detalhadamente, as aplicações de recursos do Governo já liberados. Constando em relatório, inclusive, a quantidade de médicos contratados e suas especialidades que prestam serviços para a referida casa de saúde”, diz o comunicado.

Falta de médicos

O atraso no pagamento dos salários não é o único problema da Santa Casa de Cururupu. Em fevereiro, o promotor Francisco de Assis Silva Filho, da 32ª Promotoria de Justiça Especializada da Infância e da Juventude da Comarca de São Luís, instaurou inquérito civil para apurar a falta de médicos na unidade.

Segundo a denúncia do Ministério Público, há indícios da inexistência de médicos com especialidades em ortopedia, anestesia e pediatria, para realização de procedimentos cirúrgicos.

A própria Santa Casa, a Comissão Intergestores Bipartite do Maranhão (CIB-MA) e a Secretaria de Estado da Saúde já foram instadas a prestar informações sobre providências adotadas para sanar ausência dos médicos.


1 thought on “Cururupu: funcionários da Santa Casa param atividades por falta de pagamento

Os comentários estão fechados.