Flávio Dino atua para perseguir adversários, diz Adriano Sarney

De O Estado

adrianoO deputado estadual Adriano Sarney (PV) afirmou ontem em seu perfil, em rede social, que o governador Flávio Dino (PCdoB) tem tratado como prioridade na sua gestão, a perseguição a adversários políticos.

Ele comparou a aprovação de um requerimento de autoria do primeiro vice-presidente da Assembleia Legislativa, deputado Othelino Neto (PCdoB) – que institui a instalação de uma comissão especial para fazer o levantamento de todos os bens públicos do Estado que possuem nomes de pessoas vivas -, com a rejeição de um requerimento de sua autoria que solicitava a presença da Força Nacional na Região Metropolitana de São Luís.

De acordo com Adriano, há incoerência e divergência entre o discurso e a prática do governador comunista, que durante a campanha eleitoral de 2014 pregou “mudança”.

Ele afirmou que foi sob a orientação do Palácio dos Leões que deputados da base governista aprovaram o requerimento de Othelino, que criou a comissão especial no legislativo. Uma das sugestões levantadas pelo próprio deputado comunista, foi de seja mudado o nome da Ponte José Sarney, para a Ponte do São Francisco.

“O Governo manda os deputados aprovarem requerimento que cria a comissão para ‘desomenagear’ seus adversários políticos e enquanto isso rejeita o pedido da Força Nacional”, disse.

“Esse é maior exemplo das prioridades do Governo. Perseguir adversários ao invés de combater a violência de forma objetiva”, completou.

Crise – No início do mês, após instalada grave crise no Sistema de Segurança Pública do estado, Adriano Sarney protocolou na Mesa Diretora da Assembleia, requerimento solicitando ao governador Flávio Dino, pedido de presença das tropas federais no estado.

Na ocasião, deputados da base governista – orientados pelo Palácio dos Leões -, tentaram desqualificar a proposição, afirmando que o pedido tinha por objetivo apenas desgastar a imagem do Governo do Estado. A base do governador rejeitou, então, a proposta.

Na semana seguinte, após ampliada a crise no Sistema de Segurança, a Secretaria de Comunicação do Estado divulgou uma nota, informando que a Força Nacional, por meio de uma equipe formada por delegados, investigadores e escrivães, já estava presente no Maranhão desde o mês de abril.

A oposição continuou a solicitar a presença da Força Nacional, mas ostensiva e não da polícia judiciária, mas sem conseguir convencer o Executivo.


9 pensou em “Flávio Dino atua para perseguir adversários, diz Adriano Sarney

  1. O governador dino esta certo! só no Maranhão monumentos públicos tem nomes de pessoas vivas!
    está na hora do Maranhão ser de todos os maranhenses, e não de alguns!
    eu apoio essa medida!

  2. Kkkk é muito bom ver um sarney falando em perseguição. Comi essa corja nunca perseguiram ninguem muito engraçado essw projeto de deputado corrupto.

  3. Deputado Adriano Sarney fala como se no governo passado, tratava todos muito bem.
    Deputado quando for falar dos outros, olhe pra trás.

  4. Pode espernear príncipe sem trono q a hora de vcs abutres Sarneys chegou demorou mas chegou,kkkkkkkkkkkkk, como é bom ver nosso Maranhão caminhando no caminho certo da Democracia onde todos são iguais como a Magna Carta nos fala.

  5. A Força Nacional foi uma forma do governo passado justificar sua incompetência e falta de compromisso em não realizar concurso público para a área de segurança e sistema prisional, o governador está certo, estes caras vieram pra cá , e ficavam o Castelinho, comendo, bebendo e recebendo diárias pra não fazer nada, só iam aos presídios, quando eram chamados e normalmente quando lá chegavam já estava tudo contornado pelos Agentes penitenciários do GEOP.

  6. É fácil perceber que os comentários anteriores são provavelmente de pessoas ligadas ao atual governo, pois em nenhum momento propuseram uma solução para o problema da segurança, apenas críticas e o velho discurso do governo passado não fez isso ou aqui. Não importa se é um Sarney, a proposta podia ser qualquer outro deputado, mas temos que reconhecer que nosso Estado precisa de reforço na segurança, até para dar tempo para que o Governador possa organizar o sistema de segurança. Acredito que quem realmente se importa com o bem estar da população e não com “Governos”, pelo bom senso, apoia a solicitação para ter a Força Nacional ostensiva no Estado. Quanto a proposta de mudança dos nomes dos monumentos, a prioridade, importância e urgência é irrelevante frente ao problema da segurança, saúde e educação!

  7. Faço uma pergunta!!!!! Esses deputados não trabalham não?
    P…. Só usam essa tribuna pra se atacarem. Othelino quem vc pensa que é? Deixou um rombo na secretaria de meio ambiente e agora fica com esse discurso.
    Vão procurar tratar de projetos para a população … Já ta ridículo esse papel de vcs.

  8. A brincadeira preferida deste São João é a modalidade CADEIA, São Luís inteira presa dentro de casa. Êita São João da Merdança sô !!!!

Os comentários estão fechados.