Justiça determina bloqueio de R$ 17 milhões de Ricardo Murad e mais 12

Ex-secretário diz que juiz do caso foi levado a erro pela “Gestapo” de Flávio Dino

decisaoO juiz federal José Carlos Madeira determinou hoje (13), liminarmente, o bloqueio de R$ 17 milhões do ex-secretário de Saúde Ricardo Murad (PMDB) e de mais 12 pessoas físicas e jurídicas acusadas pelo governo Flávio Dino (PCdoB), em ação civil de improbidade administrativa, de haver cometido irregularidades em procedimentos licitatórios realizados pela Secretaria de Estado da Saúde (SES).

O processo refere-se a denúncias de supostas irregularidades na construção de 64 hospitais do programa “Saúde é Vida”, feitas em 2009 pelo Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia do Estado do Maranhão (Crea-MA) ao Tribunal de Contas do Estado (TCE) do Maranhão.

O Executivo alega que em uma das concorrências incluiu-se “em seu objeto a elaboração/criação de projetos básicos já existentes” e que, em outra, “os serviços contidos em seu objeto já haviam sido executados e/ou estavam em execução” pela Proenge Engenharia e Projetos Ltda, empresa que acabou vencendo a licitação.

Além do bloqueio de exatos R$17.526.202,24, a Justiça Federal decidiu, ainda, pela quebra dos sigilos fiscal e bancário de todos os citados no processo.

Baixe aqui a íntegra da decisão.

Auditoria é falsa, diz Murad

Em nota, o ex-secretário Ricardo Murad diz que a auditoria que embasou a ação do Governo do Estado é falsa e que o juiz José Carlos Madeira foi levado a erro.

“A decisão liminar foi dada sem nos ouvir, e tenho absoluta convicção que assim que nos manifestarmos sua excelência terá conhecimento dos fatos verdadeiros e haverá de revogar as medidas tomadas hoje”, declarou.

No comunicado, Murad reafirmou estar à disposição da Justiça para prestar esclarecimentos “que porão abaixo a fábrica de mentiras e maldades produzidas pela ‘Gestapo’ de Flávio Dino”.

“Se tivéssemos tido a oportunidade de prestar informações antes da apreciação da liminar, tenho absoluta certeza que o juiz federal […] teria outra decisão”, reiterou.


29 pensou em “Justiça determina bloqueio de R$ 17 milhões de Ricardo Murad e mais 12

  1. GESTAPO kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk essa é boa, mas o q realmente importa é esse safado desse Ricardo Munrrar devolver o q ele roubou do povo maranhense e ser preso pois lugar de ladrão é na cadeia e não fazendo ponte aérea atrás de habeas corpus,kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk.

  2. Que estranho; ação civil pública de ressarcimento porém sem embasamento técnico e jurídico pois quem julga as contas de governo do estado é a assembleia, TCE, e em caso de verba Federal TCU. No que eu sei não há nem mesmo apreciação das contas é tão pouco condenação. A ação de ressarcimento não pode pedir o ressarcimento por ato unilateral da parte-auditoria interna- quando prescinde de ato jurídico perfeito, auditorias por órgãos de controle imparciais, constituídos de tais prerrogativas.
    Erro da Justiça Federal; CNJ urgente.

  3. E a coisa não vai ficar nisso – com bloqueios de bens de Ricardo Murad- tem muito ainda ser definido , como : prisão de Ricardo Murad e seus comparsas empresários que roubaram verbas da Saúde , cassação de mandatos que foram obtidos a partir de recursos públicos desviados para a campanha, prisão de blogueiros que se beneficiaram do esquema fraudulento promovido por Murad. Te cuida blogueiro , pois Murad vai para prisões confortavéis da Polícia Federal. Já, você , não sei não! cuidado com Pedrinhas!

  4. Lí a decisão do M.M. da Justiça Federal e a mesma foi requerida de Ministério Publico Federal,e não pelo uma suposta “gestapo”.Parabéns Dr.Madeira,vamos fazer um lava jato no Maranhão.A decisão está perfeitamente fundamentada.

    • Pelo visto, vc não leu a decisão.
      “o Ministério Público Federal requereu sua
      intervenção no processo na condição de custos legis, manifestando-se, ainda, pela
      concessão dos pedidos de quebra de sigilos bancários e de indisponibilidade de bens
      dos Requeridos (fls. 1085/1089, 1180/1182 1091/1092vº, respectivamente; Vol. 6).”
      O Estado entrou com a ação. O MPF entrou depois “na condição de custos legis”, como está claro no texto

  5. HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAH Juiz fedral sendo enganado por Flavio DINO? HAHAHAHAHAH corra que a policia vem ai.

  6. Só no brasil mesmo que esses vagabundos ladroes
    Roubam milhoes dos cofres publicos e nada acontece , e a populacao na merda sofrendo cada dia mais , cambada de ladroes inescrupulosos

  7. Esse tal de Ricardo é empresário? Como se junta mais de 17.000.000 milhões de reais apenas com remuneração de Secretário de Estado?

  8. ricardo murard todos esses que estao te persiquindo mais na frente vao cair nas proprias armadilhas e so esperar para ver. inves de trabalhar para continuar fazem e destruir

  9. Espera aí, deixa ver se eu entendi bem. Segundo Murad, a auditoria é falsa, e o juiz foi levado no bico. É isso mesmo? Como o ex-secretário sabe que o documento é falso? Olha, se um juiz federal é levado no bico por auditorias produzidas sob o manto da falsidade, então é melhor fechar a Justiça Brasileira. Até onde meus parcos conhecimentos alcançam, toda auditoria, obrigatoriamente, tem que ser suportada por evidências (provas). E quero crer que o juiz baseou-se nelas para determinar a ação de bloqueio.

  10. A consequência será a prisão, que não foi decretada agora porque ia parecer perseguição política. Que não é. Como Ricardo Murad formou patrimônio? Não é formado! Não recebeu herança! Não é empresário como se auto intitula! Quem conhece no Maranhão um empreendimento empresarial de Ricardo Murad? Ninguém!!!!!!!!!!!! Pedrinhas te espera Dom Ricardo.

  11. Por curiosidade, li a Decisão do juiz que disponibilizaram na internet. Na peça não há uma menção sequer à Secretaria da Transparência ou à CGE. O juiz cita um requerimento do CREA/MA, ainda em 2009, ao TCE/MA, informando sobre irregularidades em licitação conduzida pela Secretaria de Saúde, e um relatório de fiscalização do TCE/MA de 2010. Então, por que Murad diz que a ação baseou-se em auditoria realizada pela Secretaria da Transparência? Olha, pelo que li, a decisão está muito bem fundamentada. Há um dado curioso nisso tudo. Se você acessar o site do TSE (a transparência é mesmo uma dádiva da democracia) e pesquisar pelo nome da empresa citada na ação do juiz, vai ver que ela doou recursos para a campanha da filha do ex-secretário Murad e ainda para 22 vereadores. Sabe de onde todos eles são? Coroatá/MA. Mas isso deve ser só coincidência, pura e simples.

      • Óbvio que o requerente é o Estado do Maranhão, até Lampião com o outro olho vendado enxergaria isso. O que a ação contradiz o Murad, é ela basear-se em fatos apurados pelo TCE/MA a partir de denúncias do CREA/MA, e não em relatórios da Secretaria da Transparência.

  12. Afinal, a ação é de autoria do Ministério Público ou do CREA ? Alguma coisa não bate no texto. Se possível dê uma olhada na internet, afinal o processo é público.

    • REQUERENTE: Estado do Maranhão
      O Crea denunciou ao TCE, em 2009… O TCE fez auditoria. O Estado, no início de 2015, com base nessas denúncias, protocolou ação na Justiça Federal..

  13. Prefeito Tema de Tuntum.
    Desviou MILHÕES da Saúde do Maranhão e não teve nada, Justiça e PF podia olhar isso, Flavio Dino vai liberar agora milhões pra Tuntum, Tema e Família vai desviar esse dinheiro pra comprar AP de luxos em Rio de Janeiro e Fortaleza, e a População passando FOME, povo querem “MUDANÇA” de Prefeito.

  14. Quem bate leva. Ricardo fica mandando a filha dele descer a ripa no governo… Isso é só aperitivo. Percebi que a mirante deu apoio à operação. Será que veio ordem de cima pra deixar Ricardo sozinho na fogueira e imunizar o restante??? Tchã tchã tchã tchããã!!!!!

  15. Pingback: Pedido de prisão de João Abreu reflete estado de exceção, diz Murad | Gilberto Léda

Os comentários estão fechados.