MPF recorre para que Lidiane Leite vá para Pedrinhas

Procuradoria impetrará, também, recurso para garantir nova prisão dos ex-secretários Beto Rocha e Antônio Cesarino

(Foto: De Jesus/O Estado)

(Foto: De Jesus/O Estado)

O Ministério Público Federal no Maranhão (MPF/MA) pediu ontem que a Justiça Federal do Maranhão reconsidere a decisão que determinou que a ex-prefeita de Bom Jardim, Lidiane Leite, fosse recolhida preventivamente no quartel do Corpo de Bombeiros de São Luís (saiba mais).

Se o pedido for acatado pela Justiça, Lidiane Leite deverá ser encaminhada para a Penitenciária Feminina, no Complexo de Pedrinhas, onde se encontram recolhidas as demais presas provisórias.

Caso o pedido de reconsideração não seja atendido, o MPF, por intermédio da Procuradoria Regional da República da 1ª Região (PRR1), apresentará mandado de segurança junto ao Tribunal Regional Federal (TRF) da 1ª Região, visando a questionar o benefício concedido à acusada.

Recurso

Em relação aos demais investigados, os ex-secretários de Agricultura, Antônio Gomes da Silva,  e de Assuntos Políticos, Humberto Dantas dos Santos, soltos recentemente por decisão judicial, o MPF/MA informou por meio de nota que está formulando recurso para restabelecer as prisões preventivas.


2 pensou em “MPF recorre para que Lidiane Leite vá para Pedrinhas

  1. MUDANDO DE MATÉRIA OU ASSUNTO GILBERTO LÉDA, VAMOS FALAR QUE EM BACABAL-MA A PREFEITURA JÁ ESTÁ A QUASE DOIS MESES SEM PAGAR OS FUNCIONÁRIOS DO MUNICÍPIO, POIS SÃO OS FUNCIONÁRIOS EM ALGUMAS SECRETARIAS, É BOM SERÁ MARAVILHOSO QUE ESTE GRANDE BLOG GILBERTO LÉDA, FAÇA UMA MATÉRIA ,SOBRE, POIS PARA NÓS SERÁ DE GRANDE VALIA, E PARECE QUE VÃO PAGAR SÓ UM MÊS E O OUTRO VAI PRO BELELÉU, POIS DEPENDEMOS DESTE SALÁRIO EM DIAS PARA O SUSTENTO DE NOSSA FAMÍLIA OU SEJA NOSSAS FAMÍLIAS, POR FAVOR GILBERTO LÉDA FAÇA ALGO PELA GENTE.

    MOURA.
    BACABAL-MA

  2. Pingback: Justiça Federal constata que a foto divulgada na mídia não é do local da prisão de Lidiane Leite | Gilberto Léda

Os comentários estão fechados.