Melhor transparência

transparênciaNo primeiro semestre, o sistema de divulgação das informações do Governo do Estado e da Prefeitura de São Luís foi questionado ­ inclusive por O Estado ­ pela falta de transparência na divulgação. O chamado Portal da Transparência não funcionava, nem no governo, nem na Prefeitura.

Passaram­-se os meses e os ajustes parecem ter sido feitos em todos os canais. Na semana passada, a Controladoria-Geral da União divulgou o ranking da transparência nos governos e nas prefeituras das capitais. Tanto o governo quanto a Prefeitura de São Luís melhoraram significativamente os seus portais.

O governo aparece em primeiro lugar no quesito informações, com os dados disponíveis considerados pela CGU como dentro dos padrões. A Prefeitura de São Luís também melhorou significativamente neste quesito ­ pelo menos para os padrões de análise dos especialistas da controladoria.

Sua nota foi a segunda maior, perdendo apenas para as capitais que ficaram em primeiro lugar, todas empatadas com o mesmo índice.

É o segundo ano em que a Prefeitura de São Luís aparece com destaque positivo no ranking da transparência da Controladoria­Geral da União. O ranking serve de parâmetro para definir quais os entes federativos que dão acesso irrestrito aos cidadãos sobre suas ações. No ano passado, o município de São Luís também apareceu em destaque no quesito.

O exemplo do governo e da Prefeitura de São Luís, porém, não parece ser seguido pelos demais representantes públicos ­ nem na capital, nem no interior. Os demais poderes mostram dificuldade em exibir suas contas aos cidadãos. Nas prefeituras do interior, pior ainda.

A transparência é uma exigência legal e moral. E tem levado muitos governos aos tribunais e à dificuldade administrativa pela ausência dela.

Felizmente, alguns gestores começam a entender que esse dado também é referência para sua gestão.

Da coluna Estado Maior, de O Estado do Maranhão


6 pensou em “Melhor transparência

  1. No interior, a maioria dos municípios que têm site sempre exibe um eterno aviso de “em manutenção”. Há municípios em que nem os nomes dos gestores são informados. Imagine o uso dos recursos. Neles, portais de transparência parecem ser mitos.

  2. Isso traz muita credibilidade para a atual gestão. Agora a população pode finalmente acompanhar o desempenho de São Luís e cobrar se necessário.

Os comentários estão fechados.