Governo pagou R$ 200 mil ao El País

contratoO Governo do Maranhão pagou, por meio da Empresa Maranhense de Administração Portuária (Emap), que administra o Porto do Itaqui, à empresa El País Brasil, que publicou “reportagem” com ataques a figura do ex-presidente da República José Sarney no El Pais, a bagatela de R$ 200 mil.

O veículo havia publicado entrevista, feita com o presidente da Emap, Ted Lago, na semana passada. A entrevista tratava justamente do Porto do Itaqui.

A publicação, que levou como título, “Há um ano sem família Sarney, Maranhão tenta deixar o século 16”, ganhou espaços na mídia alinhada ao Palácio dos Leões.

Na ocasião o blog denunciou o patrocínio do Governo ao El País, explícito no site do veículo. A Emap também aparecia como um dos patrocinadores.

Agora, o Diário Oficial, do dia 22 de novembro, revela o valor do contrato, que tem vigência até o dia 10 de janeiro de 2016. O contrato, contudo, assinado em Madrid por Ted Lago, tinha por objetivo divulgar o Governo do Estado, e sobretudo, o Porto do Itaqui, visando incrementar relações comerciais com investidores europeus. El País

Leia também: Governo banca ataques a José Sarney na mídia internacional


7 pensou em “Governo pagou R$ 200 mil ao El País

  1. Assim fica fácil!!!! Por isso que esse menino não paga os direitos trabalhistas dos ex-funcionários. Além disso compra os meios de comunicação.

  2. Esse Ted Lago e tão […] que da sala de comando do Porto do Itaqui ele enxerga os trilhos da Ferrovia Norte-Sul e o pior, paga 200 mil pra isso. A FNS, que começou a ser construída no Governo Sarney, começa no município de Açailândia. Da sala sala de comando do porto ele só pode enxergar a EFC (Estrada de Ferro Carajás), mas pra que afirma que o comunista implantou o socialismo é foda. Chego a conclusão que os Lagos, se continuassem na administração da Coca-Cola, quebrariam a empresa.

  3. A VERDADE DÓI, BLOGUEIRO; MAS , ELA LIBERTA . ALÉM DO MAIS, O JORNAL NÃO MENTIU , NEM OMITIU UMA FRASE SEQUER , VISTO QUE O MARANHÃO SÓ DEIXOU O SÉCULO XVI DEPOIS QUE A OLIGARQUIA SARNEY FOI APEADA DO PODER.

    • ei ativista, ninguém cai mas nessa conversa de “oligarquia” vira esse disco.
      a verdade é que esse teu comunista, tá acabando é com o que ficou, tá ganhando quanto pra ficar defendendo esse comunista, te alui meu irmão, Flavio mentira nunca mais!

  4. Muito interessante esse noticiário.
    Do contexto, extrai-se a grande movimentação no porto do Itaqui, com inúmeros carregamentos de produtos a serem exportados pelo Estado do Maranhão.
    Só que esqueceram de esclarecer, por má fé ou mesmo desconhecimento que, a Ferrovia Norte Sul, cujos trilhos está servindo para transportar riquezas, foi idealizada e iniciada as suas obras quando era presidente da república ele, exatamente, JOSÉ SARNEY.
    Embora alguns não queiram aceitar, más não tenho nenhuma dúvida em afirmar que se trata de um grande estadista.
    A história lhe fará justiça.

  5. Pingback: Governo do Maranhão pagou R$ 200 mil ao El País

Os comentários estão fechados.