João Alberto recebe denúncias contra Delcídio e Randolfe Rodrigues

joao_albertoO presidente do Conselho de Ética do Senado, João Alberto Souza (PMDB-MA), acolheu ontem (15) representações contra os Delcídio do Amaral (PT-MS) e Randolfe Rodrigues (Rede-AP).

O petista está preso, acusado de tentar obstruir investigações da Operação Lava Jato. O autor da denúncia contra Randolfe o acusa de ter recebido pagamentos, quando deputado estadual, para apoiar o então governador do estado, João Capiberibe, agora senador pelo PSB.

Agora as representações serão processadas e encaminhadas para exame no Conselho. João Alberto anunciou que na quinta-feira (17), às 10 horas, o colegiado terá reunião em que serão sorteados relatores para cada uma das petições.

As denúncias contra Delcídio e Randolfe foram examinadas previamente pela Advocacia do Senado. O órgão, segundo ele, avaliou que o Conselho poderia receber as denúncias. Segundo João Alberto, foi necessário pedir o exame de documentos que sustentam as representações.

Na semana passada, em contato com o Blog do Gilberto Léda, o presidente do Conselho de Ética disse que não aceitaria pressão para analisar a representação contra Delcídio Amaral (reveja).

Ainda na tarde de ontem, João Alberto informou que até o dia 22 – último dos trabalhos legislativos no Congresso – decide se arquiva ou dá continuidade aos processos.


4 pensou em “João Alberto recebe denúncias contra Delcídio e Randolfe Rodrigues

  1. curioso por que será que só agora o “nobre e honrado” senador aceitou a denúncia contra o companheiro de partido, é bem atual aquela frase de Jesus para aqueles que acusavam a mulher pecadora “atire a primeira pedra se você não tem pecado”.

    • Maria, calma! O assunto é muito sério e requer reflexão
      Não é porque o legislador expressa a vontade do povo
      mas deve ele avaliar se a vontade é correta.

    • O presidente da comissão é do PMDB, os acusados, Delcídio do PT e
      Randolfe, Rede. “… Denúncia contra companheiro de partido, …”? Não entendi!

  2. Quero moral esse senador tem para ser presidente do conselho de ética do Senado, esse mundo está mesmo perdido. Alguém com o passado de João Alberto, que se declarou ser 90% honesto!, que a decadas se locupleta com recursos do estado e da união, basta para lembrar algo mais recente o esquema do DETRAN, capitaneado pelos seus pupilos Roberto Costa e André Campos.

Os comentários estão fechados.