Advogado é preso depois de ser assaltado

O advogado Fabrício Prazeres passou por uma situação incomum neste sábado (13).

Ele foi assaltado no São Francisco e acabou perdendo o celular.

Após o crime, dirigiu-se à rotatória onde fica uma viatura da Polícia Militar e relatou seu caso.

Ele queria que os policiais o ajudassem a procurar os ladrões e recuperar o aparelho, mas achou que eles não deram muita importância ao fato.

O advogado então passou a xingar os PMs, sendo em seguida preso e levado ao Fórum do Calhau.


24 pensou em “Advogado é preso depois de ser assaltado

  1. NÃO É DOIDO FOI XINGAR OS PMS….!KKKKKK… AGORA O CASO DEVE SER APURADO, SE HOUVE A AGRESSÃO NÃO SE JUSTIFICA…SE HOUVE O XINGAMENTO CONFIGURA DESACATO, MAS SE OCORRERAM AGRESSÕES POR PARTE DOS POLICIAIS OCORREU CRIME TAMBÉM! AGORA TEM MUITO ADVOGADO ORIUNDO DAS FACULS QUE PENSA SER ULTIMA COCA COLA…

  2. Defeitos da vários advogados:1)Passar o dia de terno quando,muitas vezes nem audiencia tem.2)A maioria dos advogados(principalmente os mais jovens),pensam que são autoridades.São técnicos de nivel superior,tanto quanto:médicos,engenheiros etc.,3)Pensam que são juízes federais,Desembargadores etc.,A OAB deveria conscientizar essa rapaziada.Tae,tratou o policial de maneira ríspida(esse sim autoridade constituída).Deram-se mal.

      • Só pra constar, na Constituição Federal diz que a Advocacia é essencial para que haja justiça! Somos sim iguais! Somos sim autoridades! Somos Doutores, pois recebemos este título honorífico do Imperador Dom Pedro II! Não existe diferença entre advogado e desembargador, ou juiz, ou promotor! No tribunal somos Pares e essenciais para se fazer a justiça! Antes de falar besteira vá estudar! Não tente denegrir a imagem da classe!

        • Claro que na esfera jurídica o advogado é igual a um juiz, promotor e etc, mas sou advogado e pelo que sei doutor é para quem tem doutorado, talvez esteja um pouco equivocada. Um advogado ou um médico que são chamados de doutor é simplesmente por causa de um costume popular. Sou advogado também e não preciso me achar melhor que ninguém para ter meus direitos. E, em relação ao acontecido, acho que o advogado surtou por causa de tanta falta de profissionalismo de alguns policiais que só cumprem o seu dever se tiver um extra por fora. A falta de interesse é muito grande, e claro que não são de todos os pms

          • Caro colega Doutor João Roberto,
            por causa de pensamentos assim a classe se encontra desvalorizada! Torno ratificar que o título de Doutor nos foi dado por Decreto do Imperador, o primeiro advogado a receber foi Rui Barbosa (na sua faculdade ensinaram sobre ele? se não vá ler a respeito para defender sua classe com vigor)!! é pronome de tratamento, título honorifico!
            Honre esse título!

        • DOUTORA Juliana, eu sou DOUTOR, formado em engenharia numa universidade de VERDADE, mestre e DOUTOR por uma Universidade de VERDADE num ´país de verdade. Agora aqui prá nós, UEMA, UFMA, CEUMA, UNIVIMA, CEST…………… e outras arapucas, realmente é brincadeira.

          • Pois o DOUTOR engenheiro não estudou gramática e não sabe o que é pronome de tratamento! Tão pouco sabe o que é um título honorífico! E muito menos história, pois não sabe com certeza quem foi Rui Barbosa, o primeiro advogado a receber o título de Doutor do Imperador!
            Vá olhar no google e depois volte para responder algo contundente!

        • porém nao vi em lugar nenhum da CF88 dizendo que advogado é autoridade. existe um problema semântico na sua afirmação. se todos somos iguais perante a constituição (isonomia) porque haveria de um técnico jurídico (nao conheço um só advogado que nao seja apenas técnico , um mero operador do direito) ter autoridade sobre outros brasileiros? o mesmo digo para juizes , promotores, etc . que se acham acima da lei. é por conta de pessoas que pensam assim que tanto o ordenamento juridico quanto o fisiologismo imperam neste país. Advogado é só mais uma profissão como outra qualquer. Eu tinha um sonho de ser advogado porém esse sonho caiu por agua abaixo quando vi a imundice que rola no judiciario.

          • Juliana, o Império acabou em 1889. Se você fez Direito pra ser doutora, então tá. Se você se sente melhor, então tá.

  3. Advogado incompreensível! Tem que avisar esse povo que as viaturas nas rotatórias, é somente pra dá SENSAÇÃO DE SEGURANÇA e não pra fazer segurança.
    Policiamento de vitrines.
    Kkkkk

  4. Se confirmado os policiais cometeram um crime primeiro, pois se recusaram a fazer o que lhe é obrigado para tal! O xingamento,por parte do advogado demonstra a revolta na recusa dos policiais de não exercerem o que lhes é obrigatório!

    • E isso ai eu sei como foi essa confusão todinha vou pra audiência agora dia 4 eu to doido pro delegado coloca ele frente a frente comigo porq nesta noite eu que era o caixa da conveniência que ele foi agredido e a inda mim chamo de ladra to com as gravações tudo em

  5. INCOMUM?! KKKKKK… APURA ISSO DIREITO. ESSE CARA TAVA ERA MORTO DE BEBADO EM UM CARRO VERMELHO E XINGANDO TODO MUNDO NO POSTO LÁ NO SÃO FRANCISCO. SE ACHANDO… PQ NÃO PRENDERAM POR EMBRIAGUEZ?????

  6. VOCÊS JÁ OUVIRAM FALAR EM PRONOMES DE TRATAMENTO QUE SIGNIFICAM REVERÊNCIA E RESPEITO. ACHO QUE NÃO! POR ESTAS E OUTRAS QUE SOU A FAVOR DA PERMANÊNCIA ‘AD ETERNUM’ DO EXAME DA ORDEM E AINDA TEM ANALFABETO QUE CONSEGUE APROVAÇÃO. LAMENTÁVEL!

  7. Concordo com o que disse o amigo Geraldo. Imagine meus amigos, algum de vocês comentaristas que ficaram perdendo tempo com discussões sem sem sentido, tendo uma arma apontada sobre alguma parte do corpo de vcs, e sendo roubado por meliantes, aí logo em seguida recorrer a policias militares, quem de fato deve garantir a segurança dos cidadãos, e esses cruzarem os braços?? É revoltante mesmo!.
    O governo do Estado, está investindo na segurança pública, mas, infelizmente a forma como a polícia está sendo deslocada as ruas, está uma merda! Polícia não é pra ficar fazendo de conta que trabalha em rotatórias, isso é bobagem, polícia tem que está atenta dentro dos bairros, em lugares estratégicos, e em parceira com a comunidade. O governo está jogando dinheiro pelo ralo, isso sim! Pois somente policiais próximos do povo, podem fazer alguma coisa. Voltando ao tema, o que eu tenho a dizer é que esses PMS, são uns sacanas, se acovardaram em ir atrás dos bandidos, mas não para prenderem um cidadão, que estava em pânico. Espero que esses policiais sejam punidos, pois se agissem como deviam, teriam evitado essa confusão.
    Secretário de segurança, para de repetir os erros do passado, e coloca polícia corretamente nas ruas, pois Ciops, deslocamento de viaturas, são umas merdas. #Pronto falei #.

  8. “”quando fez Direito não deve ter lido o código de ética e Disciplina do Advogado””
    EAOAB= art.1° O exercício da Advocacia exige conduta compatível com os preceitos deste código,do Estatuto,Regulamento Geral,dos provimentos e com os demais princípios da moral individual,social e profissional.

    também art.6 V-Não ser recolhido preso,antes de sentença transitada em julgado,senão em sala de Estado Maior,com instalações e comodidades condignas,assim reconhecidas pela OAB,e,na sua falta,em prisão domiciliar.

  9. Desde 1827, por decreto imperial de D. Pedro I, o título de doutor passou a ser concedido aos formados em direito que após se formarem no bacharelado defendessem uma tese, de acordo com os termos estabelecidos nos estatutos, também teria sido conferido aos advogados por meio de atos normativos, o primeiro relacionado a um alvará, baixado por Dona Maria, a Pia que dava o título de Doutor aos advogados portugueses nas cortes portuguesas, embora não haja registro histórico da existência destes; e concernente ao segundo o título teria sido dado aos advogados por meio de um decreto de Dom Pedro I, na lei de criação dos cursos jurídicos no Brasil.

    De acordo com essa lei, apenas que os que completarem os cinco anos do curso de direito serão bacharéis. Para a obtenção do grau de Doutor, seria necessário o cumprimento do estabelecido nos estatutos. Entretanto, a Lei 8.906 de 04 de julho de 1994, no artigo 87 (EOAB), ao revogar as disposições previstas na lei de 1827, não o fez nem expressamente nem tacitamente, uma vez que legislação imperial constitui a base fundamental para criação dos cursos jurídicos no nosso país.

    A referida legislação Imperial estabelece que o título de Doutor seja destinado aos bacharéis em direito devidamente habilitados nos estatutos. O exercício da advocacia consubstancia-se essencialmente na formação de teses, na articulação de argumentos possíveis juridicamente, no emendar ideias na defesa de interesses legítimos que sejam compatíveis com o ordenamento jurídico.

    As teses dos advogados são levadas a público, aos tribunais, contestadas nos limites de seus fundamentos, argumentos, convencimento, e por fim julgadas à exaustão. Se confirmadas pela justiça, passam do mundo das ideias, para o mundo real, por força judicial. Não resta dúvida que a advocacia possui o teor da excelência intelectual, e por lei, os profissionais que a exercem possuem a prerrogativa de doutores, por excelência.

  10. Não se justifica a perda de controle ao ponto de agredir física ou verbalmente a policiais, mesmo sendo desesperador um cidadão precisar de ajudar do Estado, que no caso in tela emergia na Polícia Militar, e não ser atendido.
    O advogado, apesar de ter sido mais uma vítima, não só dos ladrões comuns, foi infeliz pois como advogado deveria ser bem informado, pelo menos ao ponto de saber que também é vítima do governo do Estado, que maquia a segurança pública, colocando viaturas em pontos fixos e que os policiais ali estão sob ordens superiores e não podem agir conforme seus entendimentos.
    Portanto, o advogado referido nas matéria, como advogado e como cidadão, deveria ter praticado os devidos atos para responsabilizar o governo e seu representante e não tornar os policiais outas vítimas e sair da situação como criminoso. Já não era bastante para ele ser apenas vítima?

Os comentários estão fechados.