Cintra é depredado durante ocupação contra PEC do Teto

Estudantes que dizem se manifestar a favor da educação destruíram patrimônio de uma instituição de… educação

cintra1 cintra2 cintra3

Os alunos do Centro Integrado do Rio Anil (Cintra) retornam hoje (22) às aulas após 41 dias sem qualquer atividade na escola.

As aulas estavam suspensas desde que um grupo de não mais que 15 estudantes decidiu ocupar o prédio em protesto contra a PEC 55 (ex-PEC 241) e contra a reforma do Ensino Médio – curiosamente, pela valorização da educação, segundo eles próprios.

Apesar da retomada das aulas, a manifestação seguirá na escola, mas em local reservado, que permita o acesso dos demais alunos.

Nos próximos dias, o principal trabalho da direção do Cintra é reorganizar a casa.

Em mais de um mês de protesto, o que os ocupantes menos fizeram foi debater o ensino público brasileiro, ou os prós e contras da PEC do Teto.

Nesse meio tempo, o que houve foram farras regadas a muita vodka – garrafas ainda ontem (21) estavam no local (veja no vídeo abaixo) – e uma incompreensível depredação das estruturas da escola.

Coisa de animais.

Em vistoria realizada ainda na segunda-feira, membros das Defensoria Pública do Estado do Maranhão (DPE) e da Defensoria Pública da União (DPU) constataram o cenário de completo caos no local. E, diante da intransigência dos ocupantes, decidiram abandonar as negociações por desocupação.

Restou à Seduc negociar com um dúzia de manifestantes a retirada deles das áreas internas do Cintra – mantendo o protesto em área mais afastada – para que os estudantes de verdade não sejam ainda mais prejudicados.


15 pensou em “Cintra é depredado durante ocupação contra PEC do Teto

  1. VEJAM BEM ALGUM TEMPO ATRAS SAIRAM JOVENS NAS RUAS DE SAO PAULO PEDINDO MUDANÇA REFORMA POLITICA QUANDO ELA COMEÇA VEM LOGO A RECLAMAÇAO QUANDO VAI FAZER- SE UM CURATIVO VAI SENTIR DOR MAS E PRECISO SUPORTAR A DOR PARA A QUELOA FERIDA POSSA SER CURADA OU MELHORADA . AMEM

  2. VEJAM BEM ALGUM TEMPO ATRAS SAIRAM JOVENS NAS RUAS DE SAO PAULO PEDINDO MUDANÇA REFORMA POLITICA QUANDO ELA COMEÇA VEM LOGO A RECLAMAÇAO QUANDO VAI FAZER- SE UM CURATIVO VAI SENTIR DOR MAS E PRECISO SUPORTAR A DOR PARA QUE A FERIDA POSSA SER CURADA OU MELHORADA . AMEM E O QUE ESPERAMOS

  3. O diretor também deveria ser responsabilizado, pois a Polícia Militar compareceu ao local para restabelecer a ordem e o gestor da Instituição foi o primeiro a impedir a ação do ESTADO, não permitindo a entrada da PM, o que demonstra que o mesmo (Diretor) é igual aos baderneiros.

  4. Observem a diferença: quando o movimento é “de esquerda”, aí o termo é OCUPAÇÃO. Quando o movimento é feito pela turma “da direita”, aí o termo é INVASÃO. Por quê?

  5. Se todos fossem expulsos da escola e presos certamente não fariam isso, mas ficarão impunes porque as leis estúpidas, boazinhas e a porcaria do ECA protege estes marginais.

  6. QUERIA SABER ONDE ESTAR O PODER PUBLICO NÃO SÃO ALUNOS SÃO VAGABUNDOS QUE NÃO QUEREM NADA COM A VIDA TODOS OS DIAS FAZEM FESTAS . GOVERNADOR APAREÇA NOS DER UMA RESPOSTA. INDIGNADA COM ESSA SITUAÇÃO.

  7. Nada diferente do que ocorre em quase todas as áreas da nossa sociedade, uma minoria idiotizada, impede o exercício de direitos da maioria. Mas se alguém ousar retirar esses “manifestantes” vai sofrer o massacre da mídia e dos protetores das minorias, e com isso caminhamos a largos passos para o fundo do poço.

  8. Era só os alunos de verdade que foram prejudicados se unirem e irem lá darem uma taca nesses pseudos alunos que se auto proclamam de manifestantes e arrancarem eles de lá. isso é uma palhaçada, meia duzia de vagabundos que não tem um nada pra fazer invadirem uma escola e passarem 41 dias de ferias bebendo, cheirando, fumando dentro de um orgão publico sem que ninguém faça nada. Isso é uma piada ….só no Maranhão…só no Brasil!!

    • O problema da tua sugestão é que os “manifestantes/vagabundos” estavam armados com facões dentro do cintra e se os estudantes(de verdade) tentassem retomar o prédio seriam seriamente feridos.

  9. O melhor tu não sabe. Tem professores da área do reitor da uema que tão dando aula “normal” na reitoria de lá que tá ocupada. O que a gente sabe é que quem não reza na cartilha idiotizadora da “esquerda” entra na taca pelos colegas e até por professor, que obriga é mesmo pra ir pra lá. Os cara tão so fumando e bebendo e so entra la quem eles deixam. Esses “professores” tão tentando queimar é o reitor de la.

Os comentários estão fechados.