Flávio Dino inicia processo de privatização da Caema

​De O Globo

O programa de concessões em saneamento do governo federal, capitaneado pelo BNDES, ganha fôlego neste início de 2017 com o anúncio de uma primeira onda de licitações. Pelo menos oito estados que aderiram ao programa — ao todo são 18 — vão dar partida à contratação dos estudos técnicos que definirão a modelagem para conceder companhias públicas de saneamento à iniciativa privada. O banco de fomento já publicou aviso de licitação em sua página na internet para os primeiros seis editais, referentes a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), Companhia de Saneamento do Pará (Cosanpa), Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema), Companhia de Água e Esgoto do Amapá (Caesa), Companhia de Saneamento de Sergipe (Deso) e Companhia de Saneamento de Alagoas (Casal). O edital sai até o fim de março.

Dos seis anunciados, apenas o Pará está formalmente aprovado pelo Conselho do Programa de Parcerias de Investimento (PPI), do governo federal. Os outros dois também já no PPI são Rondônia e Rio de Janeiro. O primeiro optou por fazer a contratação direta da empresa que vai preparar o estudo do processo de concessão da Companhia de Águas e Esgotos do Estado de Rondônia (Caerd), informou o BNDES. Já no caso fluminense, o encaminhamento do processo da Cedae depende da conclusão do acordo de socorro financeiro ao estado, ainda em discussão com o governo federal.

Os primeiros leilões para concessão de companhias de saneamento devem ocorrer no primeiro semestre de 2018, cumprindo o calendário estabelecido pelo PPI em outubro último. As estimativas são relativas aos processos de Cedae, Caerd (RO) e Cosanpa (PA), cujos editais estão previstos para serem lançados no segundo semestre deste ano.


24 pensou em “Flávio Dino inicia processo de privatização da Caema

  1. Até que enfim o governador se rendeu aos fatos, a CAEMA é uma desgraça inadiministrável pelo governo do estado, é sucateada, não trata nem metade do esgoto, perde 75% da água que trata e entrega, sua folha custa 10 milhões por mês ao tesouro estadual.
    Falta agora FD se rende aos fatos que tem secretarias demais, secretários muito ruins e má gestão (com raras exceções) no comando do governo do estado. Falta um projeto consistente.

  2. NA VERDADE, ROSEANA É QUEM QUERIA PRIVATIZAR A CAEMA . COM DINO A EMPRESA CONTINUARÁ PÚBLICA , O RESTO É MAIS UM FACTOIDE DA DESACREDITADA OLIGARQUIA.

  3. Esse governo de Flávio Dino não tem competência e nem credibilidade pra licitar um simples aluguel de um imóvel na periferia de São Luís, imaginem fazer uma licitar de um complexo PPI (Programa de Parceria de Investimento). Até conseguirem planejar a licitação e lançar o Edital esse governo já foi pro beleléu.

  4. O governador Flávio Dino tá faltando com a palavra disse na campanha que a caema era do povo do Maranhão ele ia era arrumar.agora quer vender

  5. Vai acontecer como o banco do estado do Maranhão gastaram milhões e depois venderam por bagatela.a caema o governo federal pac 1 pac 2 tá gastando milhões pra botar esgoto na cidade inteira e mais 4 elevatórias pra tratar o esgotos.e mais os canos novos no campo dos perizes depois entregam para iniciativa privada barato ai o povo do Maranhão vai ver o que é água cara tipo tá acontecendo em ribamar e paço do lumiar com a odebrech.

  6. Ufa! Até que enfim uma atitude Positiva do governo em que votei. Falta muito ainda…. Mobilidade urbana, lei 12587/2012 vencida e prorrogada indevidamente para 2018 e outras…

  7. Tomara que resolva algo pois os moradores do Centro já não aguentam mais com a falta de água, agora mesmo(domingo) toda a família em casa e não tem uma gota nas torneiras

  8. As pessoas não entendem porque são leigas ou porque são alienadas e ignorantes, que a CAEMA nada vale, seu passivo trabalhista e de impostos é muito superior ao valor patrimonial ou de fluxo de caixa descontado dela.
    O Governo do Estado paga a folha de pagamento da CAEMA, 10 milhoes por mês, ela está totalmente sucateada, seu quadro de pessoal é envelhecido e acomodado, seu presidente é um menino, inexperiente, ultra esquerdista e nada conhece de engenharia porque é advogado.
    Privatizar este lixo por 1 real e tirar do estado seu ônus seria fantástico.
    O valor das tarifas quem determina é a ANA – Agência de Águas.

    • O Governo do Estado paga a folha de pagamento????
      Talvez se tivesse contador em todas as casas e todos pagassem em dias o que deve, o governo nao precisaria dar apoio a Caema, muita gente usa e nao paga, deve e nao paga, usa a agua descontraladamente. Coloca-se contador em cada casa e se nao pagar corta a mesma ai sim veremos dar valor a um bem tao precioso.
      Deixa privatizar que ai voce vai ver a cobranca exorbitante e em caso de inadimplencia sua agua ser cortada, ai voce ira querer a Caema de volta.

  9. Já sei, vão gastar rios de dinheiro para arrumar a CAEMA, depois fazer uma licitação camarada e o povo mais uma vez vai assumir esse débito, inclusive pagar os empréstimos feitos em nome da CAEMA.

  10. A privatizaçao é para o capital privado a galinha dos ovos de ouro, para o usuario é certeza de tarifas e serviços caro. O ideal seria que o estado pudesse sempre prestar esses serviços como agua tratada, energia eletrica e outros da mesma importancia…o que precisa é compromisso e responsabilidade com a coisa publica, privatizaçao é pessimo para o consumidor , que paga o preço de todo processo.

  11. Energia cara…agua cara….aumento de impostos.. .é amigos. Se o Estado esta falido, o povo ta o que? FUDIDO!

  12. Pingback: Privatização da Caema começa no dia 17 de março | Gilberto Léda

  13. O povo gosta de sofrer….

    Então privatizar bando de diabos!

    E coloca os Sarneys de volta….
    Aí vcs vão ver progresso!!!!

Os comentários estão fechados.