Delegada que criticou estrutura de trabalho em ITZ é removida pela SSP

A delegada Virginia Loiola Beserra, que respondia pelo 4º Distrito Policial de Imperatriz, não está mais na unidade.

Ela foi removida do posto, no final do mês de outubro, por meio de ato do delegado-geral da Polícia Civil, Leonardo Diniz.

A remoção aconteceu menos de um mês depois de Loiola tecer duras críticas à estrutura de trabalho na segunda maior cidade do Maranhão. Numa postagem em rede social, ela disse que os delegados estavam “pagando para trabalhar” porque a Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP) não havia pago a conta de internet.

O Blog do Gilberto Léda entrou em contato com a delegada, para saber se o ato foi uma retaliação ao seu posicionamento público, e aguarda retorno.

Outro caso

Também em Imperatriz, o delegado Gustavo Tavares Barbosa de Matos virou alvo de um Processo Administrativo Disciplinar aberto pelo titular da SSP, Jefferson Portela, depois de informar ao Ministério Público que o sistema informatizado utilizado pela Polícia Civil, o SIGO, encontrava-se desativado “sem que a cúpula da administração tenha nos fornecido qualquer informação oficial a respeito dos motivos, ou mesmo se tal situação é temporária ou definitiva”.

Para a SSP, o ofício endereçado ao MP foi “redigido de maneira a comprometer a Instituição Polícia Civil ou a Função Policial, bem como, teria possivelmente no mencionado expediente se referido de modo depreciativo às Autoridades Públicas ou a atos do Poder Público”.

Veja abaixo o documento.


2 pensou em “Delegada que criticou estrutura de trabalho em ITZ é removida pela SSP

Os comentários estão fechados.