Detento morto por Jhonatan Silva ordenou ataques a ônibus em 2014

O detento Alan Kardec Dias Mota, morto ontem (7) pelo pistoleiro Johnathan de Sousa Silva – condenado a 25 anos de prisão pelo assassinato do jornalista Décio Sá (saiba mais) – é apontado como o homem que ordenou os ataques a ônibus que aterrorizaram São Luís em janeiro de 2014.

Naquela ocasião, logo no terceiro dia do ano, um dos ataques atingiu o coletivo onde se encontrava a garotinha Ana Clara, de apenas seis anos.

O veículo foi incendiado. Ana Clara estava com a mãe e uma irmã. Com 90% do corpo queimado no ataque, ela não resistiu aos ferimentos e morreu três dias depois (relembre).

Era nesse mesmo ônibus que se encontrava Márcio Nunes, o homem que ganhou status de herói depois de ajudar a família de Ana Clara no episódio (reveja).

Por conta do homicídio, foram pronunciados a júri popular, em março do ano passado, Jorge Henrique Amorim, Wlderley Moraes, Hilton John Alves Araújo, Thallyson Vitor Santos e Larravardiere Silva Rodrigues de Sousa Júnior. Eles ainda aguardam data para julgamento.

Já Alan Kardec foi sentenciado à morte ontem. Pelas mãos de Jhonatan de Souza Silva (leia mais).


5 pensou em “Detento morto por Jhonatan Silva ordenou ataques a ônibus em 2014

  1. Pronto,menos 1 na conta de vagabundo desse presídio onde a classe média trabalha pra manter esses criminosos com a cara pra cima

  2. Gilberto, o Sistema Penitenciário Maranhense, está superlotado, são unidades prisionais sucateadas, efetivo insuficientes de agentes penitenciários. Esse presídio, onde morreu o detento Alan Kardec, a estrutura e velha e ultrapassada. Esse governo mente ao dizer que entregou novos presídios, é pura mentira, na verdade, são velhas delegacias de polícias, que eles pintam e dizem que são novos presídios. A realidade é terrível no Sistema Penitenciário. E o pior, são inúmeros casos de corrupção, como o caso do agente temporário, que foi preso com muitos celulares e drogas, é um horror.

    • Teve também casos de Agentes Penitenciário EFETIVO com diploma falso. A corrupção é generalizada.

  3. Pingback: Assassino de Décio Sá diz que matou detento para não morrer… – Blog do Samuel Bastos

Os comentários estão fechados.