Cafeteira comenta portaria que regula plantão de médicos

O líder do governo na Assembleia Legislativa, deputado Rogério Cafeteira (DEM), ocupou a tribuna, na  tarde desta segunda-feira (5), para defender o governador Flávio Dino (PCdoB) das críticas `portaria da SES que estabelece redução de despesas na área de saúde e regula plantão de médicos.

O governista enfatizou que a medida está em consonância com a PEC 95, do Governo Federal, que dispõe sobre o controle de despesas com a saúde em todo o Brasil.

“Não é plausível que um médico que presta um plantão em Pinheiro ganhe diferente do outro que ganha em Chapadinha. É apenas e tão somente isso. Agora, me causa estranheza alguns deputados mais afoitos chegarem aqui e questionarem, como se houvesse diminuição de salários. Todos sabem que a Emenda 95  restringiu gastos com saúde em todo o Brasil e os grupos que votaram a favor da referida PEC são os mesmos que chegam aqui chamando de golpistas quem venceu, democraticamente, as eleições, fazendo defesa de presidente eleito”, disse.

Rogério Cafeteira assinalou que todos os que foram derrotados deveriam fazer mea culpa. “Eu perdi e fiz a minha mea culpa. Todos os que perderam deveriam fazer o mesmo. Muitos não aprendem e têm mania de querer botar suas derrotas, seus insucessos na conta dos outros. Isso é um erro, porque devemos encarar as nossas derrotas de frente”, afirmou.

De acordo com Rogério Cafeteira, é importante que a oposição cumpra seu papel, mas de forma responsável. Ele disse que o governo Flávio Dino é um governo forte, que venceu as eleições em primeiro turno, de forma transparente e democrática, e que faz uma administração à altura das expectativas do povo maranhense, o que lhe garantiu o passaporte para o segundo mandato por ampla margem de votos.


7 pensou em “Cafeteira comenta portaria que regula plantão de médicos

  1. Queria vê-lo defender diminuição de salário e privilégios para os deputado, não defender o governo ante a uma afronta contra os médicos de reduzi-lhes o valor pago aos plantões.

  2. Tem que cortar é mais de 10% desses valores exorbitantes .
    O corte tinha que ser de no mínimo 30%
    Tem empresa de médico sublocando outros médicos
    Tem empresa de médico que contrata até médico a distância
    Foram criados verdadeiros “barões” da medicina nesse estado falido e pobre .
    Tem parente de deputado ganhando fortunas sem dar uma gota de suor
    Todo mundo sabe disso

    • A rigor essa terceirização de atividade fim no estado pra não fazer concursos e driblar os limites de gastos com pessoal impostos pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) também é ilegal, é uma gambiarra! E só o MPE e o TCE-MA não vêm nada nisso, não se sabe a título de quê? Talvez com Bolsonaro e Sérgio Moro no Ministério da Justiça os órgão federais irão dar um jeito nessa esculhambação aqui no Maranhão

  3. A diferença é que o “deputado mais afoito” SE ELEGEU e terá um mandato de 4 anos sem precisar agradar o Governador para garantir uma teta gorda para os próximos quatro anos..

  4. Subserviente em todos os governos volta para origem. Assim como os porcos, vai se humilhar para ganhar babugem.

  5. Não foi à toa que “líder” do governo não conseguiu sequer se reeleger… apesar do apoio dos leões… kkkkk

Os comentários estão fechados.