Edivaldo Holanda de olho na cassação de Duarte Júnior

O deputado estadual Edivaldo Holanda Júnior (PTC) está de prontidão.

Ele será o beneficiado caso a Justiça Eleitoral acate um pedido da Procuradoria Regional Eleitoral no Maranhão (PRE-MA) e casse o diploma do deputado estadual eleito Duarte Júnior (PCdoB).

Holandão, como é chamado o pai do prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior (PDT), ficou apenas como primeiro suplente após as eleições deste ano – e, por ora, deve garantir vaga na Assembleia na próxima legislatura com a permanência de Marcelo Tavares (PSB), também deputado eleito, na Casa Civil.

No entanto, se Duarte for cassado, ele herda a vaga. Sem precisar depender de favor de ninguém.

O caso

Duarte Júnior é alvo de uma Ação de Investigação Judicial Eleitoral (Aije) proposta pelo procurador regional eleitoral no Maranhão, Pedro Henrique Castelo Branco.

Ele apontou abuso da promoção pessoal do comunista via Procon-MA (saiba mais).

Segundo o procurador, uma pesquisa realizada pela Procuradoria Eleitoral, entre outubro de 2017 e abril de 2018 – quando Duarte já era, notoriamente, um pré-candidato a deputado – apontou a publicação de 99 fotos e vídeos do então presidente do Procon-MA nas páginas oficiais do órgão e do Governo do Maranhão no Instagram. Foram identificadas, ainda, no mesmo período, 138 publicações em sites oficiais (leia mais).


4 thoughts on “Edivaldo Holanda de olho na cassação de Duarte Júnior

  1. Tem que cassar mesmo
    É fácil de contestar que ele utilizou do PROCON na sua campanha. Eu mesmo recebi email político dele, onde ele conseguiu a informação do meu e-mail? Através do acesso que tinha registrado do aplicativo do Procon

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *