ÁUDIO! Aliado de Dino pede fechamento de hospital de Chapadinha: ‘quem precisar, pode comprar o caixão’

O vereador Luis Barbeiro (PTB), aliado do governador Flávio Dino (PCdoB) em Chapadinha, mandou nesta semana um duro recado ao comunista.

Ao criticar notícia do governo dando conta de que o hospital Macrorregional da cidade atingiu a marca de mais de 1 mil cirurgias – “só marketing”, disse ele -, o parlamentar sugeriu que a unidade seja fechada, porque gasta-se muito para a realização apenas de procedimentos que a própria Prefeitura já efetua na rede municipal.

“No projeto dizia que lá ia ter todo tipo de procedimento. Só não ia ter operação de coração. Aí nós ficamos animados. “Passados quase dois anos, a gente percebe que o Hospital Macrorregional de Chapadinha, hoje, ele faz exatamente aquilo que é competência do Município, que são cirurgias eletivas: de apêndice, mioma e vesícula, que são cirurgias eletivas que o próprio Município faz”, destacou.

“O grande problema hoje é a burocracia na questão da UTI, na regulagem. A pessoa que precisar do Macrorregional no curto prazo, ele pode comprar o caixão, porque não há atendimento imediato”, completou.

Lembrando que é aliado do governador, Barbeiro disse que falava como cidadão, não como partidário. E pediu que a unidade fosse fechada, gerando, segundo ele, economia de R$ 5 milhões por mês.

“Eu falo, não como partidário, mas como cidadão indignado. Eu queria aqui que o governador Flávio Dino feche o Macrorregional porque não está servindo de nada aqui na região do Baixo Parnaíba. Feche, governador! São R$ 5 milhões que saem por mês e o atendimento que era para nós termos, o povo de Chapadinha e Região, não está tendo”, completou.

O vereador sugeriu, ainda, a instalação de uma comissão, entre C6amara Municipal e Ministério Público, para apurar casos de negligência.

Ouça a íntegra do discurso.


2 pensou em “ÁUDIO! Aliado de Dino pede fechamento de hospital de Chapadinha: ‘quem precisar, pode comprar o caixão’

  1. Esse hospital desde de quando inaugurou apresenta problemas e os nobres vereadores nunca se importaram, agora que aconteceu um caso com uma familiar desse vereador, ele vem querer dá uma de bom samaritano, outras pessoas foram vítimas naquele hospital e o vereador nem se manifestou, mas agora foi diferente né? Aconteceu na famila dele.

Os comentários estão fechados.