Câmara aprova oitiva de delegados que denuciam grampos ilegais no MA

A Comissão de Segurança Publica e Combate ao Crime Organizado da Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (12) requerimento de autoria do deputado Aluisio Mendes (Pode-MA) que pede audiência com os delegados da Polícia Civil do Maranhão Ney Anderson e Tiago Mattos Bardal, para apuração de denúncias sobre supostas escutas ilegais de opositores ao Governo do Estado.

“É inaceitável a ocorrência desse crime! Recentemente, um caso como esse ocorreu em outro estado e o secretário foi exonerado e preso. O caso do Maranhão deve ser investigado com o mesmo rigor, e vamos iniciar com a oitiva dos delegados”, afirmou Aluisio.

A suposta espionagem veio à tona no ano passado quando os delegados Ney Anderson e Tiago Mattos Bardal apresentaram uma série de acusações contra o secretário de Estado da Segurança Pública, Jefferson Portela.

Segundo as denúncias, ordens para interceptar ligações telefônicas de desembargadores, filhos de magistrados do Tribunal de Justiça do Maranhão, deputados e senadores opositores ao governo, teria partido do titular da pasta. Ele nega. “Não apontaram nenhum ato praticado por mim”, disse Portela ao Blog do Gilberto Léda, no início da semana.

Esse não foi o único escândalo de espionagem/perseguição que envolve o governo do Maranhão. No mês de abril do ano passado, vazou um documento da Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP) em que se ordenava, expressamente, o monitoramento de opositores ao governo estadual durante as eleições de 2018.


2 pensou em “Câmara aprova oitiva de delegados que denuciam grampos ilegais no MA

  1. Thiago Bardal não aquele delegado preso e expulso por contribuir com o crime organizado e fazia acordo com assaltantes de bancos esse que vai pra Brasilia pra ser ouvido, ora me compre um bode já começou errado isso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *