CCJ acata proposta de Eliziane e vota contra ‘Decreto das armas’ no Senado

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado acatou nesta quarta-feira (12) uma proposta de decreto legislativo apresentada pela senadora Eliziane Gama (Cidadania) e votou pela derrubou o decreto que flexibilizou o porte de armas no Brasil, o chamado “Decreto das Armas”.

O colegiado alegou inconstitucionalidade do ato do presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL), e acatou projetos de decretos legislativos apresentados, além da maranhense, também pelos senadores Randolfe Rodrigues (Rede-AP), Humberto Costa (PT-PE) e Fabiano Contarato (Rede-ES) para sustar os efeitos do decreto presidencial.

Agora, a matéria será analisada no plenário do Senado antes de seguir para a Câmara. Há pedido de tramitação em regime de urgência.

“Jamais um decreto presidencial poderia legislar sobre esse tema. O governo exorbitou de seu poder de regulamentar. Decisão sensata do colegiado”, declarou Gama nas redes sociais após a votação.


4 pensou em “CCJ acata proposta de Eliziane e vota contra ‘Decreto das armas’ no Senado

  1. Isto é uma vergonha!
    Esta mulher como sempre fazendo um desserviço ao povo brasileiro.
    Vergonha imoral desta “cristã” comunista ao mando do seu chefe maior Dinoquio.
    #ForaComunista

  2. Gilberto, diz para esse pessoal favorável à liberação total de armas, para eles optarem por pistolas já que os revólveres possuem uma MIRA muito proeminente e que vai machucar muito quando o bandido TOMAR a arma do “honesto homem de bem” e enfiar o cano da mesma no ânus do “apaixonado” por armas.

  3. Existe alguns idiotas que acham que andar armado garante a segurança de alguém, com todo mundo armado, briga de vizinho, discussão em bar, no transito e outra banais, vão acabar em mortes, pois com uma arma na cintura uma tchutchuca vira um tigrão, alem de que bandidos muitas vezes são melhores atiradores que civis comuns.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *