César Pires diz que Caema tem “obrigação” de explicar falta d’água

O deputado estadual César Pires (PV) reagiu com indignação à rejeição do requerimento pela convocação do presidente da Caema, Carlos Rogério, para explicar aos parlamentares – e à população em geral – quais os reais problemas que levaram a uma falta d’água generalizada em São Luís nos últimos dias.

Para ele, o governo estadual tinha obrigação de explicar a suspensão de um serviço essencial para a população. Ele comparou a postura do Parlamento maranhense à do Congresso Nacional.

“No Congresso Nacional, a todo tempo ministros são convocados e vão prestar esclarecimentos aos parlamentares. Não há portanto, nenhuma justificativa para negar a nós, deputados de oposição, o direito de cobrar explicações ao dirigente da Caema sobre a constante falta d’água que tanto prejudica milhares de pessoas na capital do Maranhão”, enfatizou César Pires, ao defender a convocação do presidente da estatal.

Na opinião de César Pires, é inadmissível a recorrente orientação dada à base governista para barrar toda convocação de gestores estaduais, já que fiscalizar os atos do Executivo é também prerrogativa dos deputados. “A direção da Caema deveria vir a pública dar explicações à população, e não se negar. E nós parlamentares não podemos fugir da nossa obrigação de representar e cobrar os direitos daqueles que nos elegeram”, concluiu ele.


1 pensou em “César Pires diz que Caema tem “obrigação” de explicar falta d’água

  1. O Maranhão, por ser um Estado de extrema pobreza, ainda sofre com as oligarquias que se renovam para sugar a população faminta e desamparada. Ate quando!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *