Aluisio diz que decretará prisão de Jefferson Portela se ele ‘faltar com o respeito’ na Câmara

O deputado federal Aluisio Mendes (Pode) respondeu hoje (19), em discurso na Câmara dos Deputados, aos ataques desferidos pelo secretário de Segurança do Maranhão, Jefferson Portela, às vésperas de uma audiência em Brasília na qual serão debatidas as denúncias de uso da estrutura da SSP para monitorar ilegalmente autoridades estaduais.

Na semana passada, a Comissão de Segurança Publica e Combate ao Crime Organizado da Casa aprovou requerimento do parlamentar para a realização de audiência com os delegados da Polícia Civil do Maranhão Ney Anderson Gaspar e Tiago Mattos Bardal, autores das denúncias de supostas escutas ilegais. O próprio Portela também será ouvido.

Em seu discurso, Aluisio Mendes disse que, como autor do requerimento, será o presidente da audiência e que, como tal, decretará a prisão do secretário maranhense se ele “faltar ao respeito com qualquer autoridade, ou parlamentar aqui nessa Casa”

“Como autor do requerimento, irei presidir essa reunião. E se esse desequilibrado acha que vai transformar o Congresso Nacional num circo e a comissão num picadeiro, ele está muito equivocado. Virá aqui para prestar conta das denúncias. E se faltar ao respeito com qualquer autoridade, ou parlamentar aqui nessa Casa, será decretada sua prisão. Eu pessoalmente o farei”, disse. E emendou: “Ele que venha preparado para se defender” (veja a íntegra do discurso abaixo).

Reação

O discurso de Aluisio foi feito um dia depois de Jefferson Portela partir para cima do parlamentar. Em entrevista concedida ao programa Ponto Continuando, da Rádio Mais FM, na terça-feira (18), o titular da SSP declarou que as denúncias de Bardal e Gaspar são uma tentativa de intimidar o sistema de segurança e de usar a acusação de espionagem como defesa.

Disse, ainda, que é Mendes quem deve explicações. “Ele [Aluísio] deveria se explicar, porque ele caiu em uma interceptação e a Polícia Federal pediu a prisão dele quando ele ligou para um investigado no Maranhão comunicando a operação e a pessoa estava interceptada. Por isso, à época, a PF pediu a prisão dele. Ele também deve explicar sobre a péssima gestão dele com o estabelecimento das facções na capital. De 2009 a 2014 o índice de homicídios no Maranhão aumentou 308%. Já diminuímos em 63%”.

O secretário também disse que Aluísio, que foi secretário de segurança, deve saber como fazer ao falar em interceptação telefônica ilegal. E garantiu que, na sua gestão, grampos são feitos “somente dentro da lei”.

“Ele aparece abraçando criminosos e dando total crédito a esta história de interceptações. Será que ele é um analfabeto na condição de policial? Ele sabe que a interceptação só é implantada com a ordem de um juiz. A operadora não implanta com ofício de oficial. Se ele fala de interceptação ilegal ele deve saber algo sobre isso. Na nossa gestão, somente dentro da lei”, acrescentou.


13 pensou em “Aluisio diz que decretará prisão de Jefferson Portela se ele ‘faltar com o respeito’ na Câmara

  1. Já pensou o Jefferson Portela saindo preso da Câmara Federal, logo ele que fala tanto de crimes e tem obsessão por prender autoridades e pessoas influentes? Agora se realmente ele tem alguma coisa que prove contra o Edilázio ou contra o próprio Aluísio, como vem fazendo em tom de ameaças veladas, já deveria ter denunciado há muito tempo na instância adequada, pois do contrário ele estaria blefando e se está blefando sugere que tem muito o que se explicar quando o assunto é espionagens!!

  2. Bom, nesse caso a tal comissão deveria repensar e se fosse o caso dar uma bela advertência a esse tal de Aluísio Mendes, que ainda nem ocorreu a audiência e já está desferindo ameaças de modo explícito a um dos convocados, no caso o Jefferson Portela. Está bem claro e nítido a sua total falta de imparcialidade problemas de ordem pessoal contra o secretario.
    Ficou bem nítido e claro o total descontrole desse louco do Aluísio Mendes. Não sei como um elemento desses conseguiu se reeleger a deputado federal.

    • Uma vergonha, simplesmente deprimente, vê um deputado federal se prevalecer da Câmara Federal para tentar acuar o maior e melhor Secretário que este estado já teve. Isso é uma armação ridícula e somente uma pessoa insana, não consegue enxergar essa novela da GLOBO. Porém quem tem a emissora é esse deputado e assim ele faz a cena e tenta colocar a sua visão. Dr. Portela,, força, fé e Deus no coração, são os ingredientes para derrotar o mal.

  3. uma.vergonha, simplesmente deprimente, vê um deputado federal, se prevalecer da Câmara Federal para tentar acuar o maior e melhor secretário que este estado já teve. Isso é uma armação ridícula e somente uma pessoa insana, não consegue enxergar essa novela da GLOBO. Porém quem tem a emissora é este deputado e assim ele faz a cena e tenta colocar a sua visão. Dr. Portela, força, de e Deus no coração, são os ingredientes para derrotar o mal.

  4. Dois parias, dois seres abjetos. Portela não vale nada, já Aluísio consegue ser pior. Quem plantava “coisas” estranhas na Ilha de Curupu para mostrar à Zé Sarney eficiência?

  5. O Aluisinho, segurança de Sarney, não foi o responsável pelo genocídio ocorrido no Maranhão nos tempos em que a oligarquia mandava e demandava no Estado ?? Não foi o mesmo que transformou São Luís, entre as q5 cidades mais violentas do mundo ?? E a onda de ônibus em chamas , com crianças , nas ruas e avenidas da cidade na gestão do ex-secretário??

  6. Vamos serenar os ânimos!

    Espera-se, tanto dos inquisidores, como dos que serão inquiridos, posturas de respeito mútuo e equilíbrio.

    A audiência não é para “lavagem de roupa suja”.

  7. Aluisio é lacaio de Sarney, foi secretario de segurança incompetente, as facções se introduziram no Maranhão durante a gestão dele, pois encontraram o “terreno fértil” . Além do mais foi na gestão dele que a PMMA e o CBMMA se viram obrigados a empreenderem uma greve reivindicando reposição salarial, reestruturação de carreira, promoções atrasadas, melhorias nas condições de trabalho, a qual Aluisio se posicionou contraa tropa,ameaçou de exclusão e prisão aos militares envolvidos! Aluisio teve comportamento tirano contra os militares estaduais em sua gestão!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *