São Luís sediará evento internacional de combate ao lixo marinho

Nos próximos dias 4 e 5 de julho, São Luís recebe a Conferência Internacional de Prevenção e Combate ao Lixo no Mar: do diagnóstico ao passo a passo para ações efetivas. A Conferência Internacional é promovida pela Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais (Abrelpe) em parceria com a Agência de Proteção Ambiental da Suécia (Sepa) e conta com o apoio da Prefeitura de São Luís, por meio do Comitê Gestor de Limpeza Urbana, além da São Luís Engenharia Ambiental.

A programação inclui debates e palestras com especialistas em gestão de resíduos sólidos da Sepa, da International Solid Waste Association (ISWA, na sigla em inglês), do Ministério do Meio Ambiente (MMA) e da Prefeitura de São Luís. O objetivo do evento é debater práticas de combate ao descarte irregular de resíduos sólidos nas cidades. As inscrições podem ser feitas on-line ao custo de R$ 100,00.

A Conferência acontece no Auditório da Federação das Indústrias do Estado do Maranhão (Fiema). A vinda da Conferência para a capital maranhense é resultado da articulação nacional da Prefeitura de São Luís, por meio do Comitê Gestor de Limpeza Urbana, para avançar nos debates sobre o descarte ambientalmente adequado de resíduos sólidos, a exemplo do que já vem ocorrendo com a realização do Encontro Municipal Lixo Zero, que este ano teve sua segunda edição.

Com a Conferência, a Prefeitura de São Luís visa a fortalecer suas políticas de conscientização ambiental, redução na geração de resíduos e de práticas sustentáveis entre a população que tenham como consequência o manejo adequado dos resíduos sólidos, resultando na diminuição da quantidade de lixo que é descartado de forma irregular nas vias públicas da capital.

Segundo Carolina Moraes Estrela, presidente do Comitê Gestor de Limpeza Urbana, é fundamental que São Luís se coloque neste cenário internacional de debates sobre a gestão profissional de resíduos sólidos. “Atualmente, em todo o mundo, a limpeza urbana é entendida não apenas como um serviço operacional, mas como o resultado de um conjunto de ações que inclui a educação ambiental, a modernização dos serviços prestados à população e a inserção de especialistas dentro do sistema. São Luís fica localizada em uma ilha, por isso, é necessário trazer esta Conferência para a cidade”, disse.

Diariamente, são recolhidas cerca de 300 toneladas de resíduos que são descartadas de forma indevida em São Luís. Parte deste descarte acaba indo parar nos manguezais e orla da cidade, prejudicando o meio ambiente. Como a capital maranhense fica localizada em uma ilha com mais três municípios, a vinda deste debate é também uma oportunidade para que técnicos e especialistas dos quatro municípios possam aprimorar as ações já desenvolvidas na gestão de resíduos das cidades.

Parceria internacional

No caso específico de São Luís, durante o evento será assinado também um acordo internacional para parceria entre o Município e a Associação Internacional de Resíduos Sólidos (ISWA) que resultará na criação de um programa de combate ao lixo marinho. Profissionais da Europa irão fazer um diagnóstico na cidade e fazer propostas para reduzir a geração de resíduos e prevenir a chegada do lixo às praias.

O estudo resultará no diagnóstico do lixo produzido em São Luís que acaba indo parar na orla da capital maranhense e, consequentemente, nos mares. No diagnóstico irão constar ainda as fontes poluidoras e o destino desse material. Os especialistas internacionais também irão coletar dados e conhecer o Sistema de Limpeza Urbana de São Luís e o trabalho que é desenvolvido para a conscientização sobre o descarte correto de resíduos.

A pesquisa, que não tem custos para a Prefeitura de São Luís, é fruto de uma parceria que envolve a gestão municipal, a Agência de Proteção Ambiental da Suécia (Sepa) e a Associação Internacional de Resíduos Sólidos (ISWA), que no Brasil é representada pela Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais (Abrelpe).

O presidente da ISWA, Antonis Mavropoulos, estará em São Luís durante a Conferência que contará ainda com uma delegação da Agência de Proteção Ambiental da Suécia (Sepa) para conhecer a cidade.

A ISWA é a principal entidade em âmbito global de atuação voltada à melhoria da gestão de resíduos. Em setembro de 2017, lançou uma força-tarefa para combater o lixo marinho no mundo através de ações de gestão de resíduos no ambiente terrestre. Segundo a instituição, cerca de 80% dos resíduos que vão parar nos mares são oriundos das cidades.

Programação

A programação do evento terá início às 9h do dia 4 de julho quando será feita a contextualização do tema da Conferência com a apresentação dos cenários internacional e nacional em relação ao lixo no mar. Haverá ainda palestra magna feita pelo presidente da ISWA, Antonis Mavropoulos. O panorama da Suécia em relação ao problema será apresentado pelo representante da Sepa, Asa Bergerus-Rensvik. Já o panorama brasileiro da poluição marinha será apresentado por um representante do MMA. O evento terá ainda um momento para perguntas do público para especialistas. Para isto, haverá interpretes para auxiliar a comunicação.

No período da tarde serão iniciados os debates do passo a passo de aprimoramento da gestão de resíduos sólidos com a apresentação dos Sistema de Limpeza Urbana de São Luís, da Suécia e da cidade de Santos, no litoral paulista, que se tornou a primeira cidade na América Latina a fazer uma parceria com a Associação Internacional de Resíduos Sólidos (ISWA, na sigla em inglês) e criar um programa de combate ao lixo marinho. A assinatura do acordo entre Santos e a ISWA ocorreu em 2018.

Os debates deste passo a passo serão encerrados na manhã da sexta-feira, dia 5, e fechando a Conferência será feito o lançamento do hotsite do projeto de Combate ao Lixo no Mar-ABRELPE-SEPA.

SERVIÇO:
O quê:
Conferência Internacional de Prevenção e Combate ao Lixo no Mar: do diagnóstico ao passo a passo para ações efetivas
Quando:
Dias 4 e 5 de julho (quinta e sexta-feira)
Onde:
Auditório da Federação das Indústrias do Estado do Maranhão (Fiema), Avenida Jerônimo de Albuquerque, s/nº, Retorno da Cohama, São Luís/MA.
Inscrições:
As inscrições podem ser feitas on-line ao custo de R$ 100,00
Link para inscrições: https://forms.gle/sfgCkwvzGBY5zyNU7


2 pensou em “São Luís sediará evento internacional de combate ao lixo marinho

  1. Tudo lindo, porem só um detalhe: cade o saneamento basico? Um dos maiores poluidores do MA. Mais uma vez, tentar avancar sem fazer o basico. Muita enganaçao.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *