“Faltou coerência na votação da aposentadoria para policiais federais” afirmou Gastão Vieira

Gastão valoriza categoria, mas entende que concessões prejudicarão economia

Gastão Vieira foi um dos quinze deputados – entre os 513 – a votar contra o destaque que suavizava as regras de aposentadoria para policiais da união – policiais federais, policiais rodoviários federais, policiais legislativos e policiais civis do DF.

Policiais militares, civis e bombeiros de outros estados não estavam contemplados na proposta do Governo. Foram 467 votos a favor da emenda e 15 contra, com um acordo firmado entre o governo e representantes da categoria.

”Faltou coerência na votação da diminuição da idade de aposentadoria para policiais federais. Eu fui um dos 15 deputados a registrar o não, porque acredito que a reforma precisa ser unânime. Não dá pra privilegiar uns e outros não. Se estou dando um salário mínimo pra quem está na ponta, não posso dar vantagem para outros”, afirmou Gastão Vieira.

Segundo o deputado, não é assim que as finanças serão equilibradas. “As forças policiais são importantíssimas, profissionais que prestam um serviço essencial para o desenvolvimento do país, mas tenho convicção que não é assim que vamos equalizar as contas. O que precisamos é de coragem para continuar tendo coerência e responsabilidade em nossas posições”, concluiu.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *