11 anos de prisão: júri condena acusado de matar Laura Marão em acidente

O auxiliar administrativo Carlos Diego Araújo Almeida, foi condenado a 11 anos e 1 mês de prisão em regime fechado pelo homicídio doloso de Laura Marão, de 8 anos, e por lesão corporal grave do irmão gêmeo dela, Felipe Marão.

Carlos Diego dirigia, sob efeito de álcool, uma caminhonete que colidiu com o carro da família da pequena Laura, na madrugada do dia 26 de abril de 2015, na Avenida Jerônimo de Albuquerque, em São Luís (saiba mais).

Durante o julgamento, a Justiça determinou, ainda, que o réu deve cumprir imediatamente a pena, em regime fechado, sendo-lhe negado o direito de recorrer em liberdade.


1 pensou em “11 anos de prisão: júri condena acusado de matar Laura Marão em acidente

  1. Engraçado……e Diego polary marão não está preso porque se já foi condenado pelo tribunal do júri e a sentença já foi confirmada pelo tribunal ?

Os comentários estão fechados.