Clandestinos em navio que aportou em São Luís são nigerianos

São nigerianos os homens que estavam no porão do navio que foi impedido pela Marinha do Brasil de atracar em São Luís neste domingo (18). Eram cinco no total.

Segundo a Capitania dos Portos, o grupo viajava clandestinamente e foi achado na máquina do leme.

“Eles foram encontrados antes do navio atracar no Maranhão e hoje não estavam deixando o pratico [profissional que assessora o atracamento do navio] subir para fazer a manobra de atracação”, afirmou o capitão de Mar e Guerra, Marcio Ramalho Dutra, ao G1 Maranhão.

Ainda segundo a Capitania dos Portos, os cinco nigerianos serão encaminhados para a Superintendência da Polícia Federal, em São Luís.

O navio Hawk I tem bandeira das Ilhas Marshall e transporta cobre. A embarcação havia atracado em Lagos, na Nigéria, antes de chegar ao Maranhão, mas chegou vazio.

Após o caso, o navio ficou retido próximo ao Porto do Itaqui para investigações, mas será carregado de cobre e seguirá viagem para Porto Huelva, na Espanha.

(Com informações do G1 Maranhão)


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *