Justiça concede liberdade a condenado pela morte de Laura Marão

O desembargador Vicente de Castro, do Tribunal de Justiça do Maranhão, concedeu habeas corpus ao auxiliar administrativo Carlos Diego Araújo Almeida, 25, condenado a 11 anos e um mês de reclusão no dia 14 do mês passado, pela morte de Laura Burnett Marão e por lesão grave a Felipe Burnett Marão, ambos de 8 anos (relembre).

As crianças foram vítimas de um acidente de trânsito, ocorrido na madrugada do dia 26 de abril de 2015, na avenida Jerônimo de Albuquerque, no bairro do Bequimão.

O magistrado deferiu o pedido, formulado pela defesa do condenado, no último dia 17. Segundo o despacho, Carlos Diego Araújo deve comparecer a cada 30 dias ao Fórum Desembargador Sarney Costa, no Calhau, para justificar suas atividades laborais; está proibido de manter contatos com as testemunhas do processo judicial; e ainda não pode de ausentar do estado por um período acima de 15 dias.

Com informações de O Estado.


5 pensou em “Justiça concede liberdade a condenado pela morte de Laura Marão

  1. Lamentável essa decisão, é um país miserável de justiça mais miserável ainda . Um desgraçado desse , bêbado, assassina uma inocente e ainda fica livre. Sensibilidade senhor desembargador, como dizia Rui Barbosa, o cidadão de bem tem vergonha de ser honesto. Triste isso!

  2. Essa justiça faz com que a barbárie prevaleça, a autotutela pois, um crime com pena culminará nunca é cumprida nesse país, dando margem à cont7nuidade de delitos provado pelo criminoso que percebe que sempre valerá a pena pratica-lo.

  3. Esta é a nossa Justiça, incentivando cada vez mais os irresponsáveis a cometerem crimes bárbaros pois a impunidade é a maior certeza, queria ver a atitude deste infeliz que por um acaso é juiz se fosse um filho ou neto dele, ai sim iria ter justiça, se eu fosse pai desta criança eu iria passar o resto dos meus dias na cadeia, pois eu ia pegar […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *