Flávio Dino sobre Sarney: ‘liderança importante no Brasil’

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), voltou a falar sobre o encontro que manteve com José Sarney (MDB) em junho (reveja).

Em entrevista à revista IstoÉ, comunista disse que o ex-presidente da República é “uma liderança política importante no Brasil”e que, por isso também o procurou para conversar.

“O ex-presidente José Sarney é nosso adversário regional, mas também uma liderança política importante no Brasil. Na medida em que prego a busca de ampla interlocução, inclusive, em direção ao centro político, ao pensamento liberal no Brasil, é claro que, por dever de coerência, eu teria de dar uma demonstração prática de que não é em razão de contradições efetivamente existentes que você deve sacrificar o principal. Sem que haja qualquer tipo de acordo regional, porque não houve, de fato, nem da parte dele, nem da minha parte, mantivemos e manteremos um bom diálogo a respeito dos temas nacionais. Esse é o caminho certo”, declarou.


7 pensou em “Flávio Dino sobre Sarney: ‘liderança importante no Brasil’

  1. O que o Cuba fala não se escreve! Ele dizia em 2014 que Sarney era o atraso e o maior inimigo da Democracia no Brasil. Que era acostumado a fazer viradas de mesa na política com o beneplácito do Judiciário e dos donos do poder. Kkkkkkkkkk.

  2. Flávio Dino pra ser candidato a presidente vende sua alma pro diabo. Essa última visita dele ao condenado em Curitiba mudou muita coisa. Mas não adianta, Bolsonaro cada dia que passa ele acerta nas suas decisões. Muda Brasil.

  3. Em qual Flávio devo acreditar? No que dizia que Sarney representava tudo de ruim. Ou no Flávio verdadeiro…pois é, eu prefiro ficar com o que sempre vi. Um oportunista. Ingrato, facista e dissimulado.

  4. Meu caro, você não fez uma crítica, para os comunistas isso é um elogio. Os comunistas afirmam que isso parte de Lênin, fazer aliados para obter o poder, legitimamente, sem trapaças. Inclusive não é a primeira vez, nem será a última, que o partido se alia a Sarney, vide a eleição para prefeito em 1985 ( a primeira depois de muitos anos!), quando os comunistas apoiaram o candidato Jaime Santana, ainda que de forma infrutífera. Todo bom comunista coloca o poder acima de qualquer coisa, e agradece que você tenha reconhecido isso nesse post.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *