TJ solta Júnior do Nenzim, acusado de mandar matar o próprio pai

As Câmaras Criminais Isoladas do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA) determinaram hoje (7) a soltura de Manoel Mariano de Souza Júnior, o Júnior do Nenzim (PV).

O resultado terminou em 2 a 1 a favor do habeas corpus. O desembargador Josemar Santos votou pela manutenção da prisão e foi vencido, pelo relator, desembargador Tyrone Silva e pelo desembargador Froz Sobrinho.

Júnior estava preso desde dezembro de 2017 – agora será monitorado por tornozeleira eletrônica. Ele é acusado de ser o articulador do assassinato do próprio pai, o ex-prefeito de Barra do Corda Nenzim (reveja).


5 pensou em “TJ solta Júnior do Nenzim, acusado de mandar matar o próprio pai

  1. Não foi unanimidade. Foi 2 a 1. O Des. Josemar Santos votou pela manutenção da prisão e ficou vencido. O Relator (Des. Tyrone) e o Des. Froz Sobrinho votaram pela concessão da ordem, com liberdade sob monitoramento eletrônico (tornozeleira).

  2. É esse o nosso Tribunal de Justiça do Maranhão!. Lamentável, mas não é de se estranhar muito, pois é o que mais teve representação contra juizes no cnj.

Os comentários estão fechados.