Coronel Heron já virou réu por espionagem nas eleições de 2018

Denunciado pelo Ministério Público do Maranhão (MPMA), o coronel Heron Santos, da Polícia Militar do Maranhão (PMMA), já virou réu por espionagem de adversários do governador Flávio Dino (PCdoB) nas eleições de 2018.

A denúncia foi recebida ainda em julho, pelo juiz Nelson Melo de Moraes Rego, da Auditoria da Justiça Militar do Maranhão.

O oficial já havia sido responsabilizado pelo caso numa sindicância interna da própria PM (reveja).

Segundo o MP, Heron Santos, identificado como “Coordenador das Eleições”, foi informalmente convidado, à época do pleito, pelo então comandante da PMMA, Jorge Loungo, para realizar um planejamento chamado “Operação Eleições 2018” . Mas, por iniciativa própria, teria exorbitado em sua atuação.

“Ignorando tal circustância, entre os meses de março e abril de 2018, o denunciado CEL QOPM HERON SANTOS, sem qualquer ordem formal superior, determinou a ação militar na “Operação Eleitoral 2018”, tendo, inclusive elaborado a planilha intitulada “LEVANTAMENTO ELEITORAL”, na qual o denunciado ordenou que os ‘Comandantes de Área deverão informar as liderançasque fazem oposição ao governo local (ex-prefeito, ex-deputado, ex-vereador) ou ao governo do Estado, que podem causar embaraços no pleito eleitoral’, disse o Ministério Público (saiba mais).


5 pensou em “Coronel Heron já virou réu por espionagem nas eleições de 2018

  1. Se o Governador tiver o mínimo de coerência manda afastar esse Coronel do comando do interior, mas, como ele é filho adotado do Rubens Pereira, já está apostando que vai ser alçado ao Subcomando Geral da PMMA em janeiro do ano que vem, escuta o que eu estou te falando Gilberto Leda.

  2. Gilberto, mas é no mínimo um contrasenso Heron Santos está comandando todo o policiamento do interior. Como o mesmo se intitula de Comandante Geral do Interior. Ora, se ele é réu justamente por ordenar investigações veladas (identificações de adversários do Governo) no interior, como pode comandar esse mesmo interior que ensejou sua responsabilização criminal? Se continuar na função, há risco de fazer o mesmo, dessa vez informalmente , nas eleições de 2020. Comandante Geral com a palavra.

  3. Segundo comentários que rolam nos corredores do QCG da PMMA, o Coronel Heron Santos será premiado em janeiro pelo governado Dino, com o Subcomando da Corporação.
    Um verdadeiro absurdo!

  4. Segundo comentários que rolam nos corredores do QCG da PMMA, o Coronel Heron Santos será premiado em janeiro pelo governado Dino, com o Subcomando da Corporação.
    Um verdadeiro absurdo!

  5. Pingback: NOTINHAS DA BOCA DA NOITE - Gilberto Léda

Os comentários estão fechados.