CGJ-MA abre sindicância para apurar participação de magistrados em pirâmide

O corregedor-geral do Tribunal de Justiça do Maranhão, desembargador Marcelo Carvalho, determinou, nesta segunda-feira (15), a abertura de sindicância para apurar a suposta participação de magistrados na pirâmide montada pelo médico Abdon Murad Jr.

A informação sobre a existências de juízes e desembargadores com “investimentos”no “Negócio” consta de depoimento do homem apontado como criador de outra pirâmide financeira em São Luís, Pedro Henrique Souza de Sampaio, da PH Participações.

Segundo ele, juízes, desembargadores e promotores investiram com o proprietário da Abdon Murad Júnior Participações e Empreendimentos Imbobiliários e do fundo de financeiro AMJ Participações.

Como primeira medida do trabalho de apuração, Marcelo Carvalho determinou as oitivas de PH e Abdon Jr., ambas no dia 29 de outubro.

A sindicância tem prazo de 60 dias para concluir a investigação.


9 pensou em “CGJ-MA abre sindicância para apurar participação de magistrados em pirâmide

  1. Sindicância para inglês ver! Claro que não vai dar em nada, há centenas de promotores, juízes e desembargadores enrolados e, se chamados, vão alegar que não sabiam que era pirâmide ou algo ilícito. Só gente inocente e bobinha, quase todos com padrão de vida incompatível com a renda…

  2. Corregedoria Geral de Justiça não é órgão correcional do MP. Ele apenas notificou o MP pra participar do procedimento em face de magistrados. Sua notícia está equivocada.

  3. Pingback: Investigado por pirâmide, Abdon Jr. tem mais de R$ 13 milhões em cheques na praça - Blog do Minard

  4. Pingback: Justiça manda Abdon Jr. entregar passaporte e usar tornozeleira - Gilberto Léda

  5. Pingback: Polícia Civil faz busca e apreensão em endereços de Abdon Murad Jr. - Gilberto Léda

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *