Revista Crusoé destaca ‘boquinha’ a ‘capelães comunistas’

De O Antagonista

Flávio Dino, do PCdoB, tem aberto as contas públicas para contratar capelães para as forças de segurança do Maranhão, informa a Crusoé.

“Ao redor de uma muda de pau-brasil recém-plantada no jardim do Palácio dos Leões, cinco homens engravatados oram pelo crescimento da árvore. Dias depois, no mesmo local, a sede do governo do Maranhão, uma situação semelhante: homens com fardas militares rezam de mãos dadas. À frente de ambos os eventos, públicos, estava o comunista Flávio Dino. Com uma Bíblia na mão e a outra levantada, o governador rezava de olhos fechados. Repetia os améns bradados por pastores. Pedia para seu governo e seus seguidores serem abençoados. Protagonizadas pelo político do PCdoB, as cenas –e os pedidos– se tornaram comuns em órgão públicos e igrejas evangélicas de São Luís e do interior maranhense. Não só por temor a Deus. Para agradar às lideranças evangélicas locais, o governador reeleito em 2018 arranjou-lhes uma boquinha inusitada: nomeou capelães para as forças de segurança.”


1 pensou em “Revista Crusoé destaca ‘boquinha’ a ‘capelães comunistas’

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *