Governo Dino gastou R$ 29,1 mi com publicidade e propaganda em 2019

As quatro agências que trabalharam para o governo Flávio Dino (PCdoB) em 2019 receberem no último ano R$ 29,1 milhões em pagamentos da gestão comunista.

Os dados são do Portal da Transparência do Governo do Maranhão, e não levam em consideração valores empenhados, mas ainda não pagos – que são incluídos em restos a pagar para quitação em 2020 ou em ano posterior.

Se a conta incluísse isso, o total subiria a R$ 45,1 milhões.

Segundo levantamento do Blog do Gilberto Léda na plataforma de dados abertos do Executivo estadual, a verba foi assim dividida entre as agências:

Eurofort – R$ 3,9 milhões (mais 5,8 milhões empenhados)
Mallmann – R$ 4,3 milhões (mais 3,9 milhões empenhados)
Clara Comunicação – R$ 15,3 milhões (mais R$ 5,1 milhões empenhados)
Informe – R$ 5,6 milhões (mais R$ 1,2 milhão empenhado)
Total – R$ 29,1 milhões


8 pensou em “Governo Dino gastou R$ 29,1 mi com publicidade e propaganda em 2019

  1. Que vergonha.
    Enquanto isso o hospital Alderona Belo está quase fechando por falta de recursos públicos.
    Isso fere a moralidade administrativa.
    Kd VC ministério público? ??????

  2. Não sou torcedor do Grupo Sarney e nunca fui mas jamais tinha visto um governo no Maranhão com tantas despesas com comunicação, com propagandas e empreguismos eleitorais como este? Os anteriores se preocupavam era com despesas que alavancavam o desenvolvimento e melhoravam os indicadores sociais do estado prioritariamente. Era com obras, com a situação fiscal do estado, se percebia isso. A Mirante bamburrava em todos os governos também é verdade.

    Contudo este governo não está nem aí pra nada, como dizem, é só despesas com jornais, com centenas de blogs e blogueiros, com jornalistas até de outros estados, com aluguéis estranhos chamados pelo povo de “camaradas”, com trocas de favores, com dezenas e dezenas de rádios espalhadas pelo interior do estado, todo mundo “comendo supostamente no cocho” do Palácio? É uma patifaria e um descaso muito grande com o Maranhão. Na época dos governos de Zé Reinaldo, Jackson e Roseana tinham agências de publicidade maranhenses trabalhando com eles é verdade, como a Phocus, a Ekos, a VCR e a Imagine do malabarista Evilson Almeida. Mas havia uma oposição sistemática e consistente na Alema e tinham também rádios na capital e no interior do estado sentando o cacete nos Sarneys e nos outros mandatários o dia inteiro, sem os jornalistas e os radialistas ser processados pelos mandachuvas dos governos? Hoje está tudo aparelhado (dominado), praticamente de oposição só existe a Mirante, uns três deputados estaduais e uns quatro ou cinco blogueiros, todos processados pelos comunistas, como o Maranhão ficou?

  3. Gilberto,
    Quando estudei marketing na uema em 1993 ficou claro pra mim que governos não fazem publicidade!
    O governo do Maranhão é muito esquisito mesmo. Reserva verbas milionárias para fazer propaganda de ações governamentais e publicidade do governador.
    A publicidade que chega até mostra um homem muito vaidoso e preguiçoso.
    Preguiçoso pq não resolve o problema da hemodiálise (conterraneos morrendo por falta de hospital especializado), desemprego em alta (ninguém monta uma indústria no Maranhão) e muitos outros….

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *