Pesquisa feita ‘a preço de banana’ será divulgada em São Luís

Aguarda-se para esta segunda-feira (3) a divulgação de uma pesquisa eleitoral sobre a sucessão em São Luís.

Realizada pelo instituto Data Ilha, a consulta foi a primeira registrada na Justiça Eleitoral em 2020 – no ano da eleição, esse procedimento é exigido por lei.

Chama atenção, no entanto, o valor cobrado pelo trabalho. Segundo dados disponíveis no TRE-MA, o Data Ilha aplicou 980 questionários por R$ 4 mil.

Em média, numa capital, uma pesquisa sairia por algo em torno de R$ 10 mil.

Em Teresina, por exemplo, já há uma pesquisa registrada. São apenas 800 questionários, ao custo de R$ 6 mil.

Na capital do Pará, Belém, a única pesquisa registrada custou o dobro do levantamento do Data Ilha: R$ 8 mil, por apenas 625 questionários.

Os dados são do Portal das Eleições 2020, da Justiça Eleitoral.


6 pensou em “Pesquisa feita ‘a preço de banana’ será divulgada em São Luís

  1. Essa pesquisa vai botar o poste 500/11 Rubens Júnior na frente de todo mundo ou crescendo vertiginosamente, querem apostar? Depois vem Data M, o instituto de Lourival Dr. Peta e o escambau confirmando tudo. Kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  2. Não adianta fazer pesquisas, Braide está sempre na frente. vamos expurgar esses comunista do nosso estado. Chega de tantas mentiras. Nossa bandeira jamais será vermelha.

    • “Não adianta fazer pesquisas, Braide está sempre na frente”. Como você saberia que Braide está na frente sem fazer pesquisas?

  3. Não achei barato não. As outras que talvez esteja caras, mas depende das particularidades de cada região.
    Neste caso, por exemplo, dá pra contratar 8 pessoa para trabalhar por 5 dias com uma diária de 50 reais. Cada um entrevistaria mais ou menos 25 pessoas por dia.
    Ainda sobrariam 2 mil reais pra despesas com material de pesquisa, lanche, pra computar resultado, etc.
    Pensando bem, acho que tá é cara.

  4. Pingback: 'Esquisita', 'bizarra'... Aliados de Dino detonam pesquisa Data Ilha - Gilberto Léda

Os comentários estão fechados.