Bolsonaro diz que Dino e governadores não resolvem nada no Conselho da Amazônia

O presidente da República, Jair Bolsonaro, defendeu hoje (13) a decisão de retirar governadores do Conselho da Amazônia Legal.

Dentre os excluídos está o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB).

“Se você quiser que eu bote governadores, secretários de grandes cidades, vai ter 200 caras. Sabe o que vai resolver? Nada. Nada”, disse, ressaltando porém que o conselho não tomará decisões sem antes consultar parlamentares.

“Tem bastante ministros. Nós não vamos tomar decisões sobre estados da Amazônia sem conversar com governador, com a bancada do estado. Se botar muita gente é passagem aérea, hospedagem, uma despesa enorme, não resolve nada”, justificou.

Em entrevista à TV Mirante, o comunista disse que a medida de Bolsonaro não é boa para a democracia do país. “É um método geral do governo Bolsonaro, infelizmente. Uma visão extremista, belicista, de afastamento de setores sociais, políticos e econômicos e isso não é bom para a democracia brasileira”, declarou o comnista.

Mas ele mesmo já excluiu diversas categorias e entidades de vários conselhos no Maranhão (saiba mais)


2 pensou em “Bolsonaro diz que Dino e governadores não resolvem nada no Conselho da Amazônia

  1. Pois é, essa porcaria acabou com a representação de classe aqui no Maranhão passando por cima de todo mundo e colocando só os capachos dele pra fazer apenas o interesse desse dinóquio sorvetao ditador. Esse cara tá enojando a sociedade com essa conversa descarada dele. DINÓQUIO, a esquerda comunista nunca mais volta ao poder. Tem muita direita ainda pra frente. Tu não é nada na frente de moro!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *