Após ataque, Yglésio diz que Duarte aconselhava-se com pai de Rubens Jr.

Ainda repercute a reação de deputados na Assembleia Legislativa contra o deputado Duarte Júnior (PRB) por conta do ataque proferido pelo deputado do PRB em direção à família do deputado federal licenciado e secretário de Cidades, Rubens Pereira Júnior (PCdoB).

Em entrevista à TV Difusora, na segunda-feira (9), Duarte disse, referindo-se à Rubens, que ele seria uma espécie de plano B do pai, o ex-deputado Rubens Pereira, porque este seria ficha suja (reveja).

Durante discurso do deputado Wellington do Curso (PSDB) sobre o assunto, chamou atenção o contundente aparte do deputado estadual Dr. Yglésio (Pros). O deputado do Pros lembrou que o deputado Duarte Jr sempre se aconselhou com o pai de Rubens Jr, o Rubão, nos momentos mais difíceis que viveu na Casa.

“Esse sujeito é cansado de abraçar o Rubens, cansado de pedir conselhos ao Rubens para besteiras que faz aqui dentro deste parlamento. Chegar e atacar, de maneira vil, por conta da eleição alguém que ele pede conselho. Para mim, isso é coisa de gente sem caráter, covarde mesmo”, enquadrou Yglésio.

Yglésio desconstruiu o discurso de que o ex-Procon não é “filho de político” e de que “não vem da política”. “Ele gosta de dizer que ele não é filho [de político]. Ele pode não ser filho biológico, mas ele se elegeu nesta Casa aqui como filho adotivo do Governador, utilizando a estrutura do Procon, com 630 cargos comissionados, como nunca ninguém fez aqui na história da Assembleia Legislativa do Maranhão, utilizar o cargo de uma maneira tão absurda”, disse.

Ainda no aparte ao deputado Wellington do Curso, Yglésio disse que o deputado tinha vergonha de mostrar ser do PCdoB por conta dos eleitores ‘bolsominions’. “Uma pessoa como essa que é incapaz de mostrar a sua posição política, porque quando Haddad estava aqui e ele estava em cima do carro com Haddad, ele não postou uma foto para não desagradar o eleitorado bolsominion que ele tem. Ele foi para o evento [Convenção Nacional] do PCdoB do partido que fez parte e que o acolheu junto com o Governador, e não colocou uma foto dizendo que estava no movimento do Partido Comunista do Brasil, porque é covarde, porque tem medo de mostrar quem é e não tem coragem de falar os nomes [de quem acusa] aqui nessa tribuna”, detonou.

Para o parlamentar não há desunião entre os deputados que são pré-candidatos, nem mesmo desrespeito aos que fazem oposição na Casa. Yglésio disse que a tese, vendida por Duarte, que há uma guerra fratricida entre os pares é falsa. “Aqui não tem. Eu sou amigo de Neto Evangelista. Eu sou amigo de Rubens Júnior. Eu me dou bem com Bira do Pindaré. Eu tenho respeito pelo Dr. Madeira. Nenhum de nós está se atacando. A única guerra que tem é contra a sujeira que ele faz na política com essa milícia virtual, comandada dentro do gabinete dele. Isso vai ser revelado nesta Casa, até o último dia da campanha”, sentenciou.

Por fim, o parlamentar indagou sobre quem será o próximo a ser enganado pelo ex-advogado do Procon. “Até quando e quantos ele enganará? Simplício Araújo, de quem ele já foi atrás? Carlos Brandão? Quem será o próximo? Nós não vamos nos calar. Nós vamos lutar contra esse sujeito que veio aqui, fingindo-se de pele de cordeiro, mas é o pior de todos os lobos que por aqui já passaram.”, finalizou.


3 pensou em “Após ataque, Yglésio diz que Duarte aconselhava-se com pai de Rubens Jr.

  1. Pingback: Duarte reage e diz que não vai 'atirar pedras em cada cão que late' - Gilberto Léda

  2. Tem que pedir pro Dr. Rui aumentar urgentemente os remédios do Yglésio. Perdeu a compostura e relativa razão com essa verborragia toda.
    Quem na classe médica confia no YM?
    Quem no Reino Infantil leva a sério o YM?
    Por que será que, quem o conhece, ninguém o respeita e confia?
    Chega a ser anedótico o quanto ele se acha bom e acima de todos, inclusive psico e intelectualmente…
    Coitado…

Os comentários estão fechados.