Na Cohab, PM age para fechar lojas que descumpre decreto

A Polícia Militar e a Vigilância Sanitária estadual realizaram neste sábado (4) uma operação de fiscalização na Cohab, com o objetivo de coibir empresas que estão mantendo suas atividades, apesar do decreto governamental proibindo o funcionamento de empresas que não sejam consideradas de serviços essenciais.

Algumas lojas foram obrigadas a fechar as portas.

Na noite de ontem (3), o governador Flávio Dino (PCdoB) acabou flexibilizando a determinação de fechamento do comércio e confirmando um recuo antecipado há pouco mais de uma semana pelo Blog do Gilberto Léda (reveja). Mas manteve vários setores ainda proibidos de retomar suas atividades (saiba mais).

Quem não está autorizado a funcionar pelo novo decreto, deve manter seus estabelecimentos fechados.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *