Após pressão, governo abre novos leitos no Maranhão

Fortemente pressionado após manipular dados e comemorar a chegada de respiradores que não estavam efetivamente sendo instalados em unidades de saúde (saiba mais), o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), anunciou na noite de ontem (29), a abertura de novos leitos na rede estadual.

Segundo novo boletim da Secretaria de Estado da Saúde (SES), a rede agora conta com 735 leitos – contra 628 da terça-feira (28).

A abertura de novos leitos ocorre apenas após a comprovação de que a propaganda sobre a capacidade de atendimento da rede estadual não condizia com a capacidade instalada pela gestão comunista maranhense.

Segundo a SES, com os novos leitos, a ocupação de UTIs de Covid-19 na capital caiu de 100% para 79,87% (veja aqui)


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *