Governo montará barreiras em avenidas e proibirá estacionamento em SLZ

O governador Flávio Dino (PCdoB) detalhou hoje (1º) algumas das medidas que serão adotadas, por decreto, após a Justiça determinar que seja estabelecido o bloqueio total de atividades na Ilha de São Luís em virtude do avanço da pandemia do novo coronavírus (saiba mais).

Segundo ele, uma das ações será a montagem de barreiras nos acessos à ilha, além de pontos de controle em grandes avenidas que interligam os quatro municípios da Região Metropolitana.

“Vamos, na linha daquilo que o Poder Judiciário determina, ampliar a restrição à circulação de veículos. Nós vamos restringir ainda mais a circulação de veículos e, para isso, teremos barreiras, não só na entrada e na Ilha de São Luís, mas também nas principais avenidas, com pontos de controle, para que só circulem pessoas que trabalhem em atividades essenciais, ou que tenham alguma necessidade emergencial, por exemplo, acesso a serviços de saúde”, destacou.

Dino declarou que também vai orientar as prefeituras a restringir o acesso a estacionamentos em vias públicas. No caso de São Luís, será proibido estacionar, por exemplo, na Avenida Litorânea, no Centro e no Espigão da Ponta d’Areia.

“Irei fixar diretriz para as quatro prefeituras da Ilha, no que se refere a estacionamentos: proibir estacionamentos, por exemplo, na Avenida Litorânea, no Centro de São Luís, no Espigão, áreas em que, obviamente, não há essencialidade da presença de pessoas. Será proibido estacionar veículos nessas áreas”, completou.

O governo também determinará a diminuição da quantidade de pontos de parada de ônibus na capital.


2 pensou em “Governo montará barreiras em avenidas e proibirá estacionamento em SLZ

  1. Um joquinho de cartas marcadas. Dino não foi macho o suficiente pra decretar um lockdown. Preferiu convocar o amigo de UFMA Douglas Martins que atendeu a um pedido do outro amigo de UFMA representante do Ministério Público. Dino sabia que se partisse dele esse decreto o desgaste seria tremendo. Não quis arriscar.

    A decisão da justiça de primeiro grau do Maranhão é bizarra e afronta decisão do STF que decidiu que cabem aos estados e municipios os decretos sobre isolamento e outras ações relacionadas ao coronavírus, e não a um juiz de direito de primeira instância.

    Dino, de quebra, está adorando tudo isso. Finalmente ele vai realizar o sonho dele de ser ditador, de mandar, de se fazer obedecer, de fazer valer a sua vontade, de usar a polícia pra prender cidadão honesto pelo simples fato de fazer uso de seu direito de ir e vir.

    Lá na frente, depois de tudo isso, todos vão cair na real e entender o grande equivoco e foi tudo isso.

  2. Pingback: Lockdown: Dino delega a prefeitos poder de restringir circulação de pessoas - Gilberto Léda

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *