Em meio à pandemia, prefeito de Caxias quer trocar comando da saúde

Enquanto Caxias já soma 11 mortes por Covid-19 e 252 casos confirmados da doença, correndo o risco de o sistema de saúde do Município entrar em colapso por conta da crise sanitária, o prefeito Fábio Gentil (PRB) quer instaurar, também, uma crise política na Princesa do Sertão. Ele despachou, sem ao menos chamar para uma conversa, a secretária de Saúde, Socorro Mello.

Para quem não lembra, Fábio Gentil assumiu o município de Caxias quando a saúde estava um caos. Com trabalho reconhecido até mesmo por opositores, Socorro elevou os índices, levando saúde de qualidade a população. O prefeito e o município de Caxias foram reconhecidos em nível nacional por uma gestão qualificada na área.

Descartá-la agora, além de temerário, em virtude da pandemia, é também uma falta de visão política, tirando sua credibilidade como gestor público, dificultando futuras pretensões de alçar voos mais altos na política, pois quem não valoriza nem seu correligionários e colaboradores de primeiro escalão, quem dirá o cidadão que lhe elegeu.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *