Frente quer investigar Consórcio NE após fraude na compra de respiradores

Uma frente parlamentar formada por deputados estaduais e federais dos nove estados da região Nordeste vem sendo articulada para instaurar uma “investigação profunda” sobre o pagamento antecipado por 300 respiradores que nunca foram entregues.

A informação é da Gazeta de Alagoas.

O negócio foi viabilizado pelo Consórcio Nordeste, que pagou, com verba dos estados, R$ 48,7 milhões pelos equipamentos – o Maranhão contribuiu com R$ 4,9 milhões (saiba mais).

“A frente parlamentar em formação mira a atuação do Consórcio Nordeste, o colegiado de governadores da região que articula a compra de equipamentos e demais insumos para ações de combate à Covid-19”, destaca a publicação alagoana.


3 pensou em “Frente quer investigar Consórcio NE após fraude na compra de respiradores

  1. Uma Frente Parlamentar pra investigar o Consórcio de Governadores do Nordeste que supostamente pagou de forma ilegal — adiantado — respiradores e levou um baita “calote”. A qual estarão hipoteticamente deputados estaduais dos estados suspeitos, não é bom!!!? Na medida em que consta que essa gente (nem todos) nunca investigou nenhum mandatário dos seus estados, ou já!!?? Gostam é de jogar pra plateia com importunações a empresas privadas, a empresários donos de postos de combustíveis, de escolas, incorporadora de edifícios residenciais etc. atribuições estas, se não me engano, do MPE!? Não seria agora num ataque repentino de Eficiência e de Moralidade (“caput” do art. 37 da CF) que eles iriam modificar o seu proceder!!!?? Quero só ver os nomes que irão sair daqui da terrinha pra compor essa Frente??

    É o que eu penso dessa situação, posso estar equivocado?

  2. Pingback: SC: dois presos por fraude na compra de respiradores; pagamento foi antecipado - Gilberto Léda

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *