Frente quer investigar Consórcio NE após fraude na compra de respiradores

Uma frente parlamentar formada por deputados estaduais e federais dos nove estados da região Nordeste vem sendo articulada para instaurar uma “investigação profunda” sobre o pagamento antecipado por 300 respiradores que nunca foram entregues.

A informação é da Gazeta de Alagoas.

O negócio foi viabilizado pelo Consórcio Nordeste, que pagou, com verba dos estados, R$ 48,7 milhões pelos equipamentos – o Maranhão contribuiu com R$ 4,9 milhões (saiba mais).

“A frente parlamentar em formação mira a atuação do Consórcio Nordeste, o colegiado de governadores da região que articula a compra de equipamentos e demais insumos para ações de combate à Covid-19”, destaca a publicação alagoana.


3 pensou em “Frente quer investigar Consórcio NE após fraude na compra de respiradores

  1. Só pode ser FAKE NEWS, pois esse pessoal que integra esse consórcio, são todos bons samaritanos. Kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  2. Uma Frente Parlamentar pra investigar o Consórcio de Governadores do Nordeste que supostamente pagou de forma ilegal — adiantado — respiradores e levou um baita “calote”. A qual estarão hipoteticamente deputados estaduais dos estados suspeitos, não é bom!!!? Na medida em que consta que essa gente (nem todos) nunca investigou nenhum mandatário dos seus estados, ou já!!?? Gostam é de jogar pra plateia com importunações a empresas privadas, a empresários donos de postos de combustíveis, de escolas, incorporadora de edifícios residenciais etc. atribuições estas, se não me engano, do MPE!? Não seria agora num ataque repentino de Eficiência e de Moralidade (“caput” do art. 37 da CF) que eles iriam modificar o seu proceder!!!?? Quero só ver os nomes que irão sair daqui da terrinha pra compor essa Frente??

    É o que eu penso dessa situação, posso estar equivocado?

  3. Pingback: SC: dois presos por fraude na compra de respiradores; pagamento foi antecipado - Gilberto Léda

Os comentários estão fechados.