Covid-19: protocolo adotado pela Prefeitura salva vidas em Santa Rita

As prefeituras de Santa Rita e Bacabeira decidiram adotar um protocolo medicamentoso – a base de ivermectina – indicado pelo prefeito Hilton Gonçalo, que tem formação em medicina pela Universidade Federal do Maranhão. Resultado disto é que vidas estão sendo salvas e os dois municípios possuem um grande intervalo sem registro de mortes por covid-19.

Hilton Gonçalo defendeu desde o inicio da pandemia, que o poder público deveria agir rápido, iniciando uma testagem em massa e a ação imediata de um protocolo para quem apresentasse sintomas gripais. Intitulado de protocolo preventivo, a primeira etapa consiste em oferecer doses de ivermectina a pacientes, sendo detectada a presença do novo coronavírus introduzia-se a azitromicina e caso fosse necessário, a hidroxicloroquina e corticoides seriam adotados.

Essa tomada de decisão do prefeito de Santa Rita foi baseado em alguns modelos médicos. Hilton Gonçalo baseou-se em atitudes adotadas como os ‘Protocolo de Madrid’ , ‘Protocolo de Bérgamo’ e ‘Protocolo de Marseille’, assim como aqueles seguidos no Brasil nas cidades de Floriano (PI), Macapá (AP) e Porto Feliz (SP).

Para aplicar essa proposta, Hilton Gonçalo agiu rápido e adquiriu através da Prefeitura de Santa Rita testes rápidos, assim como também foram encomendados os remédios em farmácias de manipulação.

Essa ação rápida do prefeito Hilton Gonçalo trouxe resultado imediato. Santa Rita que possui pouco mais de 40 mil habitantes, possui apenas 195 casos e o registro de seis óbitos, o último registrado no dia 27 de junho. De acordo com o apurado, todos as mortes, infelizmente, ocorreram por não terem seguido o protocolo indicado pela Secretaria municipal de Saúde.

Vale lembrar que tanto a ivermectina, quanto azitromicina, hidroxicloroquina e outros remédios estão disponíveis na rede municipal de Santa Rita.

Hilton Gonçalo explica, “ainda no começo da pandemia, nós decidimos adotar um tratamento precoce de todos os pacientes com sintomas leves de Covid, distribuímos ivermectina através das nossas equipes de saúde e felizmente, todos que trataram precocemente não evoluíram com gravidade e mesmo que evoluam para a fase 2, o tratamento passa a ser mais fácil. ”

“Nossa experiência é de sucesso, o que nos preocupa é a procura tardia, os pacientes deixam para nos procurar com sintomas adiantados ou esperam o resultado exame sorológico ou do PCR que demora dez dias na rede estadual de saúde”, alerta Hilton Gonçalo.

O prefeito de Santa Rita, ainda adotou outras medidas sanitárias como a instalação de túneis de desinfecção e abertura de Unidades Básicas de Saúde exclusivas para pacientes com sintomas gripais.

A cidade de Bacabeira que possui convênio e parceria institucional formalizada com Santa Rita, adotou o mesmo protocolou. Na cidade vizinha foram apenas 123 diagnósticos de covid-19 e duas mortes, a última sendo registrada no dia 19 de maio.

Hilton Gonçalo lembra que foi o primeiro prefeito do Maranhão a adquirir testes rápidos, remédios e os túneis de descontaminação. “Esses protocolos devem ser colocados rapidamente em todas as cidades para que a gente não entre em colapso. Infelizmente, esse tratamento foi politizado e a população das cidades foi colocada em risco”.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *