Prefeitura mobiliza pessoal após ventania causar estragos em São Luís

Equipes da Defesa Civil, SMTT, Semosp, Impur, Guarda Municipal e Comitê Gestor de Limpeza foram mobilizadas hoje (13) para começar a avaliar e conter danos causados por ma forte ventania que atingiu as regiões da Forquilha e da Cidade Operária, em São Luís.

Os ventos destelharam casas e derrubaram, árvores, postes e até uma grande torre de transmissão, danificando casas.

Segundo o prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT), o pessoal do Município atua em conjunto com o Corpo de Bombeiros “para minimizar os estragos provocados por forte ventania ocorrida no início desta tarde nos bairros Forquilha, Cidade Operária e outros pontos da cidade”.

“Estamos realizando visitas em comércios e casas atingidas, disciplinando o trânsito, fazendo a limpeza e acompanhando a retirada de árvores e postes das vias. Graças a Deus os estragos foram materiais, sem perda de vidas”, declarou o pedetista.

Por medida de segurança, a Defesa Civil Municipal interditou algumas ruas, onde há destroços causados pela ventania tais como queda de poste, telhas, placas de metal e outros. Todas as medidas estão sendo tomadas a fim de evitar transtornos e riscos para proprietários de estabelecimento comerciais e para domicílios e moradores da região. Além da Forquilha também houve registro de ventania na região da Cidade Operária que também recebeu equipe da Defesa Civil.

Em conjunto com o Corpo de Bombeiros, equipes do Impur e do Comitê Gestor de Limpeza Urbana realizam a remoção de troncos e de galhos de árvores, desobstruindo as pistas.

Equipes da Semosp também estiveram no local para avaliar os danos causados na rede de iluminação pública, mas não há registro de intercorrência. No entanto, o fornecimento de energia na região foi interrompido em razão do comprometimento da rede residencial, operada pela empresa Equatorial.

Para garantir mais fluidez ao trânsito guardas da SMTT estão no local orientando os motoristas. As equipes se concentraram no retorno da Forquilha/Avenida Guajajaras e estrada de Ribamar.


1 pensou em “Prefeitura mobiliza pessoal após ventania causar estragos em São Luís

  1. Acontece também que o corpo de bombeiros de São Luís só atua depois da tragédia. Há muito que venho comentando que não é feito um vistoria nas torres de telefonia celular. Essas Torres, a maioria, têm mais de vinte anos, e são feitas de metal. Como vivemos em uma ilha, elas sofrem o processo de corrosão devido os ventos que sopram da maré. Conheço várias delas que não fazem a devida manutenção, como pintura anticorrosiva e até troca de equipamentos. Essa tragédia era anunciada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *