Denúncia anônima embasou inquérito em S. Pedro dos Crentes

Teve origem em uma denúncia anônima o inquérito policial que culminou com a operação de busca e apreensão deflagrada pela Polícia Civil, na manhã de terça-feira (21), na Prefeitura de São Pedro dos Crentes (saiba mais).

A informação consta do pedido do 2º Departamento de Combate à Corrupção (DECCOR) para que o Tribunal de Justiça do Maranhão autorizasse a ação. O aval foi concedido pelo desembargador Raimundo Melo.

Na cidade, a polícia apura suspeitas de fraude em licitação referente ao fornecimento de combustíveis no ano de 2018, e desvio de verba pública.

“Apura-se a proximidade entre o prefeito, Lahesio Rodrigues do Bonfim, e a empresa vencedora, o Auto Posto Fortaleza, a falta de funcionamento do posto à época do contrato, além de disparidades entre documentos fiscais”, diz comunicado emitido na tarde de ontem pela Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP).

O contrato investigado é de R$ 425 mil. Também são investigadas notícias sobre a existência de funcionários fantasmas e o armazenamento irregular de combustíveis na garagem da Prefeitura.

Alvo da ação, o prefeito Lahesio Bonfim se diz vítima de perseguição do governador Flávio Dino (PCdoB) e aponta que um assessor do Governo do Maranhão que mora na cidade já havia antecipado, na semana passada, que a operação seria deflagrada.

“Já era de se esperar. Você vê que é uma coisa altamente de perseguição. O assessor do governador que mora na cidade, já vinha falando, meses e meses, que eles vinham me prender. Na semana passada ficou quente, era a qualquer momento que vinham me prender”, declarou.

Ele se defendeu da acusação de irregularidade em licitação de mais de R$ 400 mil.

“Eu acabei de mostrar para o delegado onde foi o erro: ele disse que eu paguei R$ 458 mil numa licitação. E eu provei para ele que ele colocou aquilo dali juntando duas licitações diferentes, dois CNPJs diferentes, para induzir o Tribunal [de Justiça] ao erro”, completou (saiba mais).


3 pensou em “Denúncia anônima embasou inquérito em S. Pedro dos Crentes

  1. Gilbertão,

    Faltou vc colher também o teor e o nome do procurador de justiça que supostamente teria emitido parecer no bojo dessa operação, se houver?

  2. Enquanto isso várias Representações já foram devidamente protocoladas por deputados da oposição e por cidadãos de bem desde 2015 no MP e no TCE em desfavor ao governo do estado e de municípios diversos, mas pelo que se sabe quase todas não resultaram em nada?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *