Juscelino Filho vai coordenar campanha de Neto Evangelista em SLZ

Do blog do Marco D’Eça

Caberá ao deputado federal Juscelino Filho a coordenação-geral da campanha de Neto Evangelista a prefeito de São Luís.

Juscelino é presidente regional do DEM e vai articular as alianças partidárias, ao lado de lideranças do PDT.

A equipe de Neto Evangelista deve ter também a participação de auxiliares e aliados do prefeito de Salvador, ACM Neto, principal referência em gestão no Brasil.

Com o comando geral da campanha nas mãos de Juscelino Filho, o senador Weverton Rocha (PDT) atuará diretamente na campanha de rua, com a mobilização da militância pedetista e de aliados, principal trunfo da candidatura.

De acordo com as pesquisas, Neto Evangelista disputa a segunda colocação, dividindo com outros candidatos as chances de chegar ao segundo turno.


7 pensou em “Juscelino Filho vai coordenar campanha de Neto Evangelista em SLZ

  1. Como pode um deputado conceituado querer um coordenador com Juscelino Resende? Vão na internet e ver quem são esses resendes. Tenho certeza se seu pai tivesse vivo não ia querer porque é um homem sério . Ia votar em você pelo seu pai , mas com esse coordenador to fora.

  2. Aqui no Loteamento Novo Turu, ruas próximas ao Motel Afrodite e Boate Zero Um, no Turu, sofremos há anos com a falta de saneamento básico.
    São ruas sem asfalto, esgoto correndo a céu aberto, lixo, mato, terrenos sem muros e calçadas, etc.
    Durante a gestão de Edivaldo Holanda Jr e desses vereadores omissos, nunca recebemos a visita de nenhum deles.
    Parceria entre o governo estadual e Municipal nunca existiu por aqui.
    Não iremos mais entrar nessa.
    Não existe esse tipo de parceria.
    É e sempre será uma fraude.
    Abram os olhos.
    Não votem em candidatos do governo.

  3. pergunta ao coordenador quem matou ZEZICO GALEGO, PREFEITO BORGES DE PORCAO DE PEDRA, ADVOGADO ROMAO, MOTORISTA QUE BATEU NO CARRO DO PAI DELE PROXIMO AO AEROPORTO NOS ANOS 80/90.SERIA BOM O COMPETENTE JEFERSON PORTELA REABRIR ESSES CASOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *