BBC mostra profissionais de saúde do MA com salário atrasado na pandemia

Na linha de frente da batalha contra a covid-19, eles foram aplaudidos no mundo todo. Agora, centenas de profissionais de saúde pelo Brasil estão com seus salários atrasados.

Em reportagem especial, a BBC Brasil mostrou casos do Maranhão.

“Até dois dias atrás, os profissionais de saúde eram o que havia de mais valioso, os heróis. Antes, as pessoas aplaudiam, saíam na janela para bater palma. Mas o que ninguém sabe é o que tem por trás de tudo aquilo. Empresas que não cumprem o que tem nas nossas leis trabalhistas, que não respeitam o funcionário”, desabafa a enfermeira Thalita Santos. Seu último salário por ter trabalhado na triagem do aeroporto de São Luís, diz ela, ainda não foi depositado. “Colocamos nossa vida e a vida da nossa família em risco, e é dessa forma que somos pagos.”

A reportagem acaba por reforçar discurso do deputado estadual César Pires (PV), há duas semanas. Na ocasião, em discurso na Assembleia Legislativa, o parlamentar cobrou do governo Flávio Dino a regularização de salários e indenizações dos profissionais de saúde contratados pela Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (EMSERH).

Pires revelou que os médicos estavam, então, com três meses de salários atrasados e outros trabalhadores dispensados da rede estadual de saúde não receberam as rescisões a que têm direito.

“O Maranhão já recebeu mais de R$ 114 milhões do governo federal para o combate à pandemia do coronavírus. Onde estão sendo gastos esses recursos, se não estão pagando quem trabalha nas unidades de saúde?”, questionou (reveja).


5 pensou em “BBC mostra profissionais de saúde do MA com salário atrasado na pandemia

  1. O governador é muito bom de discurso mas na prática é pior dos que ele critica. O FGTS dos funcionários contratados pela EMSERH está atrasado desde 2018. E ainda quer ser presidente. Não consegue nem cumprir as suas obrigações trabalhistas…

  2. Esse Cuba é muito mentiroso. Não sei de onde estão tirando tanto dinheiro para asfaltar a periferia de vários localidades. Passaram oito anos com abandono geral e agora o dinheiro apareceu. Sabemos que é tudo devido as eleições, mas não adianta porque o povo já sabe, aceitamos o asfalto mas vamos eleger Eduardo Braide. Tanto reclamei desde o primeiro mandato de Edivaldo Dino as condições de abandono da Vila Dois Mil e Vila Maracujá, nunca fizeram nada, somente agora ano de eleições estão a todo vapor nessa região. Que venha o que é obrigação do gestor, será bem recebido, mas vós de Braide. Chega de mentiras.

  3. Esse DINÓQUIO sorvetao contratou uma empresa pra roubar, ops, gerir a verba da saúde pública tendo uma secretaria de estado exclusiva para ISSO?!
    Com esse dinheiro e mais o que ele raspou das economias é que ele tenta se promover nacionalmente, quando na verdade a miséria impera em nosso estado. Salários atrasados, salários congelados ha 6 ANOS, aumento de mais de 50% de inflacao acumulada, nenhuma OBRA feita… um ordinário que se altoproclama o melhor governador do Brasil, mais não passa de um lixo imundo.

  4. Flávio Dino é um engodo, eu ñ votei nele porque as práticas de uma pessoa fala muito sobre quem ela é, funcionários das UPas recebem baixos salários, a comida que fornecem a eles é só frango parece que é o único alimento da face da terra, as empresas que os contratam recebem valores astronômicos e muitas sequer o FGTS depositam, depois que ele assumiu em 2015 foi uma procissão de empresas que passaram pelas UPas e os funcionários sempre são sacrificados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *