‘Ninguém vai impedir Madeira de fazer o melhor pra São Luís’, diz Simplício

O presidente do Solidariedade no Maranhão, secretário de Indústria, Comércio e Energia, Simplício Araújo, vem reforçando sua opinião sobre os rumos que o processo eleitoral vem tomando em São Luís. Para ele, é importante reconhecer a movimentação de grupos consolidado. No entanto, a população é que vai decidir se esses grupos são o que a cidade precisa.

“São Luís vem despertando politicamente a cada dia e a população já entendeu o que quer e como quer suas mudanças. Estes grupos já consolidados, que pouco contribuíram no passado, serão complicadores para a retomada do crescimento após a pandemia e a retração histórica do PIB no Brasil. Precisamos de menos politica e a junção de vários deles comprova que o foco está em projetos para grupos, não para a cidade”, disse o presidente.

“Madeira é uma opção madura, equilibrada e responsável para São Luís. Todos se encantam com sua história de vida e com seu entusiasmo para contribuir com capital maranhense”, acrescentou Simplício Araújo. Para o secretário, grupos ocultos tem agido para interferir no impacto que a pré-candidatura de Carlos Madeira causou na população.

“Ninguém vai impedir Madeira de fazer o que o povo quer pra São Luís. [A população] já se decidiu que quer novas lideranças e só ela poderá confirmar o melhor nome. E o nome de alguém que, verdadeiramente, olhe a cidade e pense por ela”, finalizou o presidente do Solidariedade.


2 pensou em “‘Ninguém vai impedir Madeira de fazer o melhor pra São Luís’, diz Simplício

  1. Esse tal de Simplício Araujo é pau mandado de Flávio Dino. É melhor ele aceitar que dói menos, Braide vai ganhar em primeiro turno. A ilha rebelde já rejeitou os candidatos do consórcio do comunista. Isso é resultado das promessas não cumpridas e propagandas enganosas. A ilha rebelde já escolheu Braide. Vamos no primeiro turno.

  2. Quem é esse tal de Madeira? Essa madeira está pronta pra ser rachada no meio pelo machado de Braide? A ilha rebelde já escolheu Braide.

Os comentários estão fechados.