Yglésio solicita retorno do ambulatório de cardiologia para servidores do Estado

O deputado estadual Yglésio Moyses (PROS), que também é pré-candidato a prefeito de São Luís, solicitou que o serviço de ambulatório de cardiologia, que funcionava no anexo do Hospital Carlos Macieira, retorne suas atividades. O parlamentar relatou que os pacientes servidores do estado, beneficiários dos serviços de saúde do Instituto de Previdência estadual, estão sem atendimento por conta da suspensão do atendimento ambulatorial.

“O que acontece? Nós temos uma massa de servidores em que 80% desses pacientes são geralmente idosos, os usuários do hospital. Quando nós temos uma quantidade tão grande de idosos em um serviço importante, essencial como o de cardiologia, não está funcionando, é óbvio que a gente está em prejuízo a esses servidores, principalmente aos aposentados, aos mais idosos.”, disse Yglésio Moyses no plenário da Assembleia Legislativa, nesta terça-feira (15).

Moyses disse ainda que há uma quantidade de pessoas que estão com medo de doença e pacientes que eram acompanhados, e agora não estão sendo, acabam criando uma demanda reprimida possibilitando o agravamento da doença.

“O que a gente pede é que observando justamente a possibilidade da retomada, como foi falado há pouco nesta Casa, se estão sendo permitidas convenções partidárias, como as que aconteceram recentemente, no estado todo, na capital, a gente não tem por que dizer que as atividades não poderão voltar no ambulatório.”, argumentou ainda.
O deputado do PROS ainda fez um apelo para a Secretária de Gestão e Previdência, Flávia Alexandrina, que o serviço seja retomado.


3 pensou em “Yglésio solicita retorno do ambulatório de cardiologia para servidores do Estado

  1. Os servidores estão padecendo com o péssimo serviço prestado pelo grupo Mercúrio.
    Com a desculpa da pandemia estão alugando clínicas em áreas nobres pra atender a diversas especialidades, e os servidores ficam gastando o que já não têm pra se consultar em locais distantes.
    Cadê a Justiça que não obriga o o governador a retornar o Hospital Carlos Macieira aos servidores???

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *